30 de dez de 2011

Que venha 2012


“Claro que há coisas que me arrependo, coisas que gostaria de desfazer, coisas que mudaria se eu pudesse, mas devemos viver com resíduos de nossas escolhas; e com as consequências de nossas ações”. E vejo o Reveillon como a chance de termos nossa esperança renovada, como um dia que abre as portas para o resto de nossas vidas, o dia que inicia o novo para agirmos e sermos melhores.

Momento de enfrentarmos nossos medos de frente e pensar “serei mais forte!”. Espero de 2012 que Karlinha volte a ser apenas Karlinha, e que a obstinação e os percalços sirvam apenas para me tornar mais forte, espero manter-me em pé e de queixo erguido, embora que bem lá no fundo a dor e o desespero queiram tomar conta, 2012 me dá a chance de ser senhora do meu destino e capitã da minha alma...

Desejo a todos o melhor do melhor e um 2012 dotado de paz, amor e sucesso!

Karlinha Ferreira

15 de dez de 2011

Sentir...

















Penso que a melhor coisa da vida é sentir, é amar, independente de ser amado ou não. Gosto da sensação de ter os pés fora do chão, do arrepio na pele e das borboletas no estomago.


Gosto do gosto do beijo, do sabor da pele e de notar o que mais me apetece no ser amado. Não importa se o outro sente ou não, o importante é que eu sinto, é que eu amo, que eu me apaixono, e nada tão bom quanto sentir... Sofrer? Quebrar a cara? Faz parte... Mas nada é tão bom quanto ser tomado pela plenitude do amor e pela intensidade da paixão.

Cada sensação que sinto me torna vivo, até a decepção, a dor, traz isso de bom, se sentimos, estamos vivos! Prefiro errar a passar a vida inteira com medo de sentir. Sou um ser apaixonado e errante!

Karlinha Ferreira

29 de nov de 2011

É assim que é...









“Penso que o verdadeiro amor acontece quando somos apenas nós mesmos na presença do ser amado, e este faz com que nos sintamos aceitos”.

(Karlinha Ferreira)

17 de nov de 2011

Dor

Peito apertado...

Culpa... Dor... Lágrimas.
O ser humano é egoísta , e sua mesquinhez ás vezes causa danos...
Danos que eles não podem reparar, danos que ferem a alma.
A alma dos mais amados...

(Karlinha Ferreira)

9 de nov de 2011

O tempo ensina



Pai

Me perdoa essa insegurança
É que eu não sou mais aquela criança
Que um dia morrendo de medo
Nos seus braços você fez segredo
Nos seus passos você foi mais eu, eu, eu



Pai

Eu cresci e não houve outro jeito
Quero só recostar no teu peito (...)



Pai

Você foi meu herói, meu bandido
Hoje é mais muito mais que um amigo
Nem você, nem ninguém tá sozinho
Você faz parte desse caminho
Que hoje eu sigo em paz
Pai

(letra: Fábio Jr)


P.S. Depois que a gente cresce, a gente descobre que mesmo sem a assistência que sonhávamos, mesmo sem aquela vida aparentemente perfeita e igual a do  vizinho da casa ao lado, a gente aprende a ser feliz por nossa conta e do nosso próprio jeito. Os percalços no caminho ajudam a moldar nosso caráter, e descobrimos  que pai e mãe são humanos, gente como a gente, e que ás vezes eles também se perdem no caminho e depois não conseguem encontrar o caminho de volta, e passam a tentar fazer o melhor que podem. E é isso que me faz entender determinadas ausências, embora a alma ainda tenha lacunas a ser preenchidas, o mais importante acho que a prendi. Então continuo fazendo minha parte e tentando ser feliz do meu jeito e assim como eles (pai e mãe) tento fazer o melhor que posso.

Karlinha Ferreira

28 de out de 2011

Simplicidade

Gosto das coisas simples da vida. Me encantam os pequenos gestos. Amo o amor compartilhado, aquele que o outro sente que é amado.

Karlinha Ferreira

18 de out de 2011

Ensandecer


Tenho sentimentos, sensações que não obedecem a razão.
Esses sentimentos cortam a alma, ensandecem meu ser...
E por um instante não domino as diversas sensações que me invadem...
E esse momento para...
 Estaciona...
E então... Passa.
Demora minutos ou um dia inteiro, dotado de melancolia e necessitando de respostas.
Mas o instante passa, e algo volta a me atingir, e a normalidade tenta me alcançar.
[Respiro...]


Karlinha Ferreira

11 de out de 2011

Refúgio

O mundo acusa...
A cabeça não funciona. Trai!
Caos!
Tento prosseguir, o caminho está estreito, embaçado.
Caio! Choro! Me encolho!
Então, abro os olhos e vejo seu rosto...
Sua calmaria me atinge... Começo a sentir meus membros.
Começo a ser eu novamente.
Seus olhos tristes soam seguros pra mim. Gentis!
Sua voz torna-se poesia...
Me distraio e agora sinto, te sinto.



Karlinha Ferreira

5 de out de 2011

Noites insones




Noites insones...
Caminhos que inebriam...
Vozes que acalmam...
Vontades que devoram...
Divago em mim, divago assim... entre os sonhos.
À noite tudo renova, abate e constrange.
Andarilha na própria mente...
Sentido, cadê?



(Karlinha Ferreira)

28 de set de 2011

Gélido





Noite fria.
Meu corpo quente treme diante da gélida brisa noturna.
Minha alma também sente.
É um frio que enverga, que desconcentra e que abate.
E nessas noites a falta que você me faz é cortante.

(Karlinha Ferreira)

20 de set de 2011

Motivação



Nossa vida é cheia de altos e baixos. Traçamos metas tentamos seguí-las com rigor, mas há dias que bate o desanimo e somos inclinados na direção contrária aos nossos sonhos. Pessoas tentam nos derrubar, ás vezes até nós mesmos tentamos nos sabotar. Nos falta algo mais, algo que nos mova.

Nesses momentos é preciso se concentrar nas coisas que importam, por que há coisas que ninguém pode fazer por você, e tomar as rédeas da sua vida é uma delas. Direcionar as forças na direção dos seus sonhos, usar a raiva e o mal que nos fazem como combustível para prosseguir, para conquistar o que almejamos. E darmos o troco, não em más ações, mas sim sendo os melhores, chegando lá. Liberte-se!

E permitir que as nossas paixões nos curem, elas tem um poder descomunal de nos sarar. O mundo não precisa ser um lugar tão opressivo, filtre as energias e responda ao mundo com o sucesso. Seja sempre melhor, o melhor! Sonhos se realizam todos os dias!


“E tudo que me aprisiona, exploda! Convertido em lixo!” (Mariane Bandeira)

Karlinha Ferreira

13 de set de 2011

"Novo"





O seu amor carrega uma pureza jamais vista ou sentida por mim.
Aquele amor que tanto ouvi falar... Amor que os poetas se deleitam ao discursar.
Amor que em você é tão evidente, tão natural.
Você ama com os sentidos. Com tudo que há em si.
Amor que alcança, que acalma e que me chama.
Seu amor me constrange, pois nunca vi tanta doçura. Nem tanto amor!


Karlinha Ferreira

8 de set de 2011

Dia



Há dias que apenas parecem tranqüilos...
Cinza Para alguns, mas para quem o observa de perto, vê o quão agradável é que ele não tenha aparentemente nadade significativo, nada que nos perturbe...
Ele só é um dia comum, um dia como aqueles que éramos acostumados a ter na infância...
Dia de sol... dia em que se pode fazer tudo, ou nada e ser feliz!



(Karlinha Ferreira)

25 de ago de 2011

Esvaziar



Uma mente sendo bombardeada...
Coisas a fazer...
Postura a serem tomadas...
Prazos...
Tempo, o curto tempo...
Vontade de deitar.... a tentativa falha de esvaziar, de flutuar, de se desprender.
Choro, mas não de tristeza. Desespero.
Ficar num canto quieta, é a única pretensão, ficar quieta, parada e se esvaziar.
Com essa quantidade de informação eu não consigo me concentrar, não consigo parar.
Sei que não sou a melhor pessoa do mundo. Sei que tenho que melhorar...
Sei que tenho que me dedicar mais... Mas com tudo isso gritando ao mesmo tempo eu não consigo fazer o que preciso...
Vocês precisam se calar...
Eu preciso dormir, preciso de um tempo sem vocês...
Preciso estar mais perto de mim mesma e só assim conseguirei respirar.


Karlinha Ferreira

16 de ago de 2011

Renovação














Há coisas que ninguém pode fazer por nós e, ser feliz é uma delas.

É complicado vivermos em função de fazer bem a alguém ou de fazer essa pessoa feliz, porque por mais que você faça, ela só será feliz se optar por isso. A única coisa que pode ser feita é nos doarmos e tentarmos ser o melhor que podemos, e torcer para que isso seja o suficiente.

Penso que, com a mesma intensidade e loucura que sentimos a paixão, esta tem que despertar o melhor em nós, a pessoa amada tem que ser aquela que nos propicia um momento de paz em meio a todo o tormento que nos cerca. Tem que ser aquela que nos conhece como ninguém, e mesmo assim de um jeito mágico, enxerga o melhor que podemos ser.

A pessoa por quem nos apaixonamos proporciona momentos de alegria, euforia, adrenalina, mas que ao mesmo tempo é o seu porto, seu lugar seguro, e feliz daquele que consegue encontrar alguém assim. A vida nos impulsiona a um equilíbrio. E até no amor isso deve existir, encontrar alguém que nos queira de volta, que esteja na mesma sintonia, que nos faça ficar boba e ao mesmo tempo querer ser bom o suficiente para aquele ser amado.

Nada na vida é perfeito! Temos que colocar sempre nossas escolhas na balança e ver o que nos faz bem, o que tira nossos pés do chão, e que ao mesmo tempo alimente nossos sonhos, e termos alguém que tenha fé na gente é a melhor sensação que existe.

Nem sempre as coisas são fáceis, mas ser dois, duas pessoas que se somam, alivia a alma e renova a esperança.

Karlinha Ferreira

5 de ago de 2011

Pensando

















Me peguei sentindo mais saudades de você do que o que é de costume.
Flagrei-me pensando no seu corpo e nas sensações que ele em mim desperta.
Ainda sinto o gosto do seu beijo na minha boca.
Talvez o sutil, o bom e o terno é pelo o que meu coração grita, e eu não ouço (ouvia)...
[pensamentos]

(Karlinha Ferreira)

26 de jul de 2011

Vento





















Vento, leve-me para as águas tranquilas e calmas...
E faça com que eu reconheça e saiba valorizar quando chegar.
São essas águas que trazem sossego a minha alma, e o direcionamento de que tanto precisa.


Karlinha Fereira

18 de jul de 2011

Flores



















Depois de muito tempo estou confortável em ser quem eu sou; dar e receber flores perfuma a alma, como pude não saber que esse é o curso natural das coisas?

Karlinha Ferreira

5 de jul de 2011

Perdure



Momento, perdure!
Não te apresses em passar!
Pois não sei o que farei depois, acalma-te,
E deixa marcas nessas vidas com tua brandura.
E com a inédita calmaria do fervor que de mim nasce.



(Karlinha Ferreira)














15 de jun de 2011

Parar!


















Ás vezes quando tudo está agitado demais, fugindo ao controle...
Quando sua autenticidade é posta à prova, quando você se perde no caminho...
Quando você não sabe para onde está indo, quando de tanto andar você chega numa encruzilhada e agora não sabe qual rumo tomar...
É hora de parar!
É hora de cobrar da vida o que ela tomou, hora de cobrar de nós mesmos uma melhora, uma postura. E relaxar.
Não dá pra ficar dando murro em ponta de faca e no final do dia sorrir com a dor.
Parar, e pensar!
Nada é válido se ganhamos o mundo e perdemos a nós mesmos.
O que de fato for nosso estará no mesmo lugar.


“Em momentos de crise não se toma decisões” ( a Suzana mandou essa frase certa vez, mas não consigo lembrar o nome do autor)




E.E. Cummings escreveu:
“Não ser ninguém exceto você mesmo, num mundo que se esforça dia e noite para torná-lo igual a todo mundo é lutar a pior das batalhas que todo ser humano pode enfrentar e nunca deixa de lutar.”





E como é difícil! :(

Obrigada por tudo viu Sereia? Obrigada pelo direcionamento!





Karlinha Ferreira

4 de jun de 2011

Dispersa


Sinto falta...

Não sei como agir, não sei o que fazer...

[dispersa]

Deixo a vida ir me levando...

Sei apenas onde quero chegar, mas tenho absoluta certeza de que tiraram a estrada do lugar.


Karlinha Ferreira

19 de mai de 2011

Nada nessa vida é pra sempre...
















Acredito que diante das inúmeras oportunidades que a vida nos apresenta, cada oportunidade com características diferentes, cada uma chamando atenção de forma peculiar, devemos apreciar cada sabor, cada aroma enquanto eles duram.
Uma vida sem arrependimentos, é o que todos querem, então se molhar vez por outra é bom, e também deixar rolar, relaxar e permitir que as coisas procurem seu lugar no universo, penso que nem nós sabemos ao que pertencemos, e só passamos a ter certeza quando somos atraídos até o que vem a ser nosso lugar, e ás vezes é onde nunca imaginamos, é o encontro das fases com nossa essência.
É só viver um dia de cada vez, relaxar e se permitir. A vida é assim, algumas vezes ela te surpreende e outras ela decepciona, só esteja aberto para a vida.


Karlinha Ferreira

11 de mai de 2011

Alguém


















O coração dói!
Caminho, caminho e poderia jurar que alguém tirou a trilha certa do lugar.
O peso é notório, a alma vai ficando cansada necessitando de renovo.
Estou gritando... Alguém na noite consegue me ouvir?
Alguém mesmo que de longe pode sentir a dor que me consome?



♫ E eu nem sei por que me sinto assim, vem de repente um anjo triste perto de mim... Quando tudo está perdido não quero mais ser quem eu sou...♪


(A via Láctea, Legião Urbana)



Karlinha Ferreira

25 de abr de 2011

Tempo



















Espero que, embora o tempo tenha toda essa pressa em passar, em nos fazer não esperar, que dê tempo de viver de maneira significativa petrificando as paixões e ofegos...


(Karlinha Ferreira)

19 de abr de 2011

assim...












Oh espírito, porque te sentes assim?

Alma, não vês que não és mais o que eras?

Por que dás tantas voltas? Onde queres chegar? Não sabes que nem tudo podes controlar....?

Pessoas tem livre-arbítrio...

Cada um só segue por onde quer, como quer...

Teu pesar é só teu ó alma...

Mas... quem sabe um dia as coisas possam mudar, não é teu o destino.

Sonhas e apenas fraquejas.


(Karlinha Ferreira)

13 de abr de 2011

Alma
















Ando me escondendo da minha alma, ela é traiçoeira, ela é inconstante e pulsa diferente da mim. Minha inclinação é para você, meu desejo é que o melhor seja alcançado, para onde está indo a sua mente? Quem roubou seu coração?
Algum dia foi realmente meu?
Choro...

(Karlinha Ferreira)

6 de abr de 2011

Mulher e Homem, dois mundos!


Falando de relacionamento e convivência. Homem e mulher, que dois mundos são esses? Parecemos até seres pertencentes a mesma espécie, mas na prática tudo é bem diferente!


Aconteceu algo diferente esses dias... Tipo, quando nos arrumamos um pouco mais também temos a intenção de nos sentirmos melhores, bem. Há dias (os homens acreditem ou não) que nos vestimos pra nós mesmas, com a idéia já pré-constituida de um bem-estar opcional, mas "eles" parecem não entender isso, pensam que "tudo aquilo" é apenas para sua satisfação visual.


Vale salientar que esses "homens" geralmente não estão inclusos na lista dos homens que desejamos conquistar. Não são nenhum “gentleman”, não são daqueles que sabem que gentileza nunca sai de moda, que olham, elogiam e fica na sua, dando sinais,ou que tenta uma conquista digna, interessante. Surpreendente. Ressaltando algo além do corpo da mulher que está a sua frente.


Eles talvez façam isso por não acompanharem o raciocínio, talvez por pretensão (cercado por um ponto de vista machista), ou simplesmente por que eles não consiguem enxergar nada a não ser o par de pernas que está a sua frente ( mesmo sem dispor da simpatia daquelas pernas).


Pois bem, mesmo sem dar bola à noite inteira, mesmo com cortes bastante claros esses seres ainda tem a audácia de ligar (sabe lá Deus com quem conseguiram o número)... Com elogios fúteis e baratos (Deus, acho q nasci na geração errada! =/), que fazem com que nos sintamos constrangidas, pra baixo (Pelo amor de Deus né?). Nos sentimos como carne no açougue. Dá pra alguém da geração passada ensinar como é que se elogia e se trata uma mulher? E lembrá-los que os gestos mais démodés como, gentileza, educação, lealdade. Continuam fazendo uma diferença incrível e somando pontos inimagináveis. Ao menos bem maior que frases como: “e aí? Você ta muito gostosa nessa roupa sabia?” ou “Já é ou já era gatinha?”.


A mulher tem vários atributos, sua beleza, faz parte da sua personalidade, essa não é algo isolado, mas algo que compõe um todo, com sonhos, força e caráter. Às vezes somos apenas legais, não estamos dando mole, por mais sexy que estejamosMas se querem nos conquistar, diga apenas que estamos lindas! É antigo mas nunca falaha! Rs


A sinceridade é a melhor forma de se chegar a outro coração sem falsidade!



P.S. Só pra constar não estou generalizando, coloquei na primeira pessoa do plural para não falar o nome do cretino. rs...

.

.

Karlinha Ferreira

29 de mar de 2011

...


Nosso coração é tendencioso ao engano.

Nem sempre conseguimos conciliar coração e razão. Ás vezes estamos tão desesperados por algo mais que nos esquecemos de medir e calcular o risco.

.

O que acontece é que é bom se sentir importante, é bom ver que mais alguém além de nós mesmos consegue vislumbrar a pessoa que realmente somos. Mas me questiono vez por outra, pois não sabemos até que ponto o outro de fato nos vê ou se é apenas uma “jogada”. Ora, se ao baixarmos a guarda há uma mudança de comportamento, aquele ser que era tão doce, tão amável, já não está mais tão presente, tão preocupado. Fico em dúvida em qual das faces acreditar.

.

Penso que conseguiremos alcançar a felicidade do nosso próprio jeito, sem subterfúgios. Que apesar dos fatoress externos tenderem a nos derrubar, a certeza de que estamos jogando limpo nos isenta de uma dívida com o mundo.

.

Há sempre uma chance para o amor, para se viver um sonho. Só precisamos ficar atentos, por que seríamos injustos se não déssemos uma chance para quem está conosco há tanto tempo, o processo da mudança é lento, mas se há quem queira mudar, então esse merece ao menos o benefício da dúvida.


♫Procuro um amor que seja bom pra mim♪

Gostou amarela?


Karlinha Ferreira

27 de mar de 2011

Parabéns Renato Russo!

Hoje se ainda estivesse entre nós, o músico, poeta e visionário Renato Russo estaria completando 51 anos.

Sou grande fã dele e do seu trabalho. Sou uma legionária. E como boa fã, a data de hoje não poderia passar despercebida, então, hoje fica meu carinho, minha saudade e minha gratidão a esse artista que soube colar em palavras/canções o que há de mais complexo no coração, na alma do ser humano.

Parabéns Renato!

Salve Renato Russo! Salve Legião Urbana!


Sete Cidades

Legião Urbana

Composição: Dado Villa-Lobos/Renato Russo/Marcelo Bonfá

Já me acostumei com a tua voz
Com teu rosto e teu olhar
Me partiram em dois
E procuro agora o que é minha metade

Quando não estás aqui
Sinto falta de mim mesmo
E sinto falta do meu corpo junto ao teu

Meu coração é tão tosco e tão pobre
Não sabe ainda os caminhos do mundo

Quando não estás aqui
Tenho medo de mim mesmo
E sinto falta do teu corpo junto ao meu

Vem depressa pra mim
Que eu não sei esperar
Já fizemos promessas demais
E já me acostumei com a tua voz
Quando estou contigo estou em paz
Quando não estás aqui
Meu espírito se perde, voa longe


Karlinha Ferreira

23 de mar de 2011

Dia da água!


Ai como odeio barulho!

Passei o dia com enxaqueca, a sala ao lado do escritório estava em construção...

O martelo, a furadeira, vozes... Para completar ainda comemoraram o bendito dia da água, que pra começar nem sabia que existia o dia da água ( pra mim é dia dela todos os dias, sendo ela essencial), mas haviam várias crianças com placas, cartazes, gritos, gritos e mais gritos com intuito de fazer a cidade inteira entender que dia 22-03-2011 era o bendito dia da água.

Karlinha, trabalhando sem poder ir pra casa deitar, tomar algo pra dor e relaxar no escuro e no silêncio sem ter que aguentar o bendito dia da água. Mas estava sozinha no escritório e não podia sair, deitar e relaxa (como eu tanto sonhava), e as crianças continuavam gritando agora elas tinham ajuda de “carro de som” (esses carros com varios autofalantes, que fica um carinha na cabine gritando no microfone e fazendo um barulho dos diabos) cedido pela prefeitura...

Cada segundo que passava minha cabeça doía mais... e então...

Alguém do “carro de som”:- gritava viva a água!

Ao lado o pedreiro com o martelo “tuff” “tuff”

As crianças gritavam: - Viva! Hê hê hê! \o/ (um tantinho descontroladas, fiquei com medo e quis matar pra me defender, mas não pude)

Já falei pra vocês que detesto o dia da água?


Karlinha Ferreira

16 de mar de 2011

Pra você


A madrugada ás vezes é pequena demais e o tempo que temos a noite, a sós com nós mesmos parece ser pouco diante de tanta interferência externa ditando diuturnamente como devemos ou não agir, como devemos ser.

É estranho enxergar tanta força, tanta imponência fraquejar, vacilar. Sei que o tempo não para, sei que ninguém olha para trás. Mas ainda diante de tantas certezas, tantas razões para cair, para não prosseguir. Dói ver seu esplendor assim.

Onde está a justiça que permite que seus justos caiam assim? Onde está a teoria do mundo justo? Sei que sua teoria do mundo injusto é mais plausível e melhor argumentada, afinal quem ganha pra você na argumentação?

Apesar de pra você hoje simbolizar um dia de fracasso, de derrotas. Pra mim é dia de louvor e alegria. É o dia que nos faz lembrar com mais veemência que há quem consiga se manter limpo, íntegro. Embora não penses assim, o mundo necessita de pessoas que façam o bem apenas por fazer, apenas por amarem a justiça. Você faz do mundo um lugar melhor, e não sei se é justo pensar o contrário (por isso não pense!).

A busca por um sentido chega a ser penosa, há quem não precise de um, mas nós precisamos, você precisa. Precisa saber para onde está indo e por que está indo. Precisa saber que algo vale a pena e que em algum ponto o universo responderá as nossas (suas) atitudes, ele irá parar de esmurrar a pessoa errada e verá o quanto foi injusto e assim, ele a tratará com o carinho devido. O universo a abraçará...

Desejo tão somente hoje que você encontre todas as respostas que procura, o silêncio quando muito prolongado se torna uma forma de tortura. Desejo ainda que essa força sobre-humana que almeja te fazer parar cesse. Que sua esperança se renove e que seus mais belos sonhos venham apressadamente para o mundo da realidade, que sua beleza estonteante seja vista por inteiro e que nunca enjoe dessa amiga aqui.



“Vejo em seus olhos que há algo errado, com o mundo, que gira ao seu redor, Você não sabe o que é, E tenta fugir, Tenta encontrar um porquê, Uma resposta, um lugar, uma luz, Tenta encontrar um momento de paz, Você não quer viver por viver, Também passei pelos meus maus momentos, e sei, Como é difícil enfrentar, Ter que fingir e andar, Mesmo sabendo, que não sabe aondo chegar, Sendo jogado, de um lado pro outro, Como barco à deriva, sem leme, sem direção, Você não quer viver por viver.”
(A Resposta, Fruto Sagrado)


Beijo tudo de bom Sereia querida do meu coração, meu desejo pra você é simples, apenas o melhor do melhor! ^^


Karlinha Ferreira

4 de mar de 2011

É isso...


Se conseguirmos parar para contemplar, até as grandes catástrofes traz em seu incrível e doloroso cenário de destruição uma beleza estonteante...

A vida nem sempre é cor de rosa, mas nos agracia com detalhes dos quais não sei se conseguiria continuar sem tê-los em algum momento parado para notá-los.

Seu olhar é minha paz...
Seus braços, conforto para minha alma...
Sua voz, abrigo!
O amor, uma bolha... é, uma bolha com espaço suficiente para dois.
Acredite, não quero estar em outro lugar senão a seu lado.
Esperança, abrigo, força a partir de duas almas...
O encantamento me faz pensar que posso mudar o mundo!


(Karlinha Ferreira)

25 de fev de 2011

Gravidade


O ar vai ficando pesado, a gravidade nos puxa para o chão...
Em segundos não estamos mais tão altos, tão imponentes.
A alma dói, o corpo fraqueja, mas continuamos de pé.
De onde virá o próximo golpe, para onde nos arrastarão?
Querem roubar nosso brilho!
Sonham em tirar o melhor de nós.
Esperança, clamo para que te renoves!
Sonhos, peço para que não morram...



(Karlinha Ferreira)

17 de fev de 2011

Igualdade? Direito? Justiça?


Estive conversando com uma professora da facul que estudo esses dias acerca da minha monografia e falávamos sobre preconceito (dos mais variados tipos), e foi quando ela falou sobre uma portaria que impede homens homoafetivos de doarem sangue. Mesmo sendo estudante de Direito não conhecia tal norma nem tamanho absurdo.


Para um homossexual conseguir doar sangue só ele mentir e dizer que é hétero. Isso se o responsável pelo hemocentro não desconfiar que vc seja gay, porque se isso acontecer o seu sangue será descartado. Na entrevista que é feita antes da doação mesmo que vc diga que tem parceiro fixo, usa preservativo ou diga que não teve nenhuma relação sexual há um ano, se vc disser que é gay seu sangue é descartado.


A portaria de nº 153/2004 da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), proíbe a doação de sangue por homens gays ou bissexuais. A ANVISA parte do pressuposto de que ser gay ou bissexual é um modo de vida promíscuo, e mantém a ideia equivocada de que “ existem grupos de risco’’, haja vista que atualmente 75% das pessoas infectadas com HIV/AIDS são heterossexuais.


A proibição contraria o ato solidário da doação de sangue. No Brasil, somente cerca de 1 % da população é doadora de sangue, quando a ONU recomenda que o ideal seja que pelo menos 6% doe.


É lamentável que se mantenha essa proibição declaradamente discriminatória, ainda mais se levarmos em consideração que o Brasil é um país onde os hemocentros vivem com seus estoques de sangues baixos ou vazios. Além dos cerca de 78 direitos que são negados aos casais homossexuais até mesmo um gesto solidário como da doação se sangue lhes é negado.


Em 2007, um juiz do Piauí, a pedido do Ministério Público Federal, concedeu uma liminar e suspendeu a determinação do ANVISA para que os homossexuais pudessem doar sangue. A partir de então os hemocentros de todo o país estariam proibidos de questionar os doadores de sangue sobre sua orientação sexual, mas a Agência Nacional de Vigilância Sanitária recorreu e derrubou a liminar e a doação de sangue por gays e bissexuais continua proibida.


Para quem ainda tiver alguma dúvida de que gays não podem doar sangue basta acessar a portaria da Anvisa no link abaixo e para não perder tempo lendo toda a portaria leia o final da página 7 e início da 8 onde está escrito "B.5.2.7.2 Situações de Risco Acrescido" desse documento onde consta a proibição:


Resolução RDC n°153 de 14 de junho de 2004
http://www.chsp.org.br/arquivos/rdc_153.…

Resumindo... Se você for homoafetivo e tiver o mesmo parceiro há um, dois, três anos não importa você não pode ser doador, mas se você for hetero e promíscuo sim. Isso é que é Direito, isso é que é país!

P.S. fonte de pesquisa (grande parte do texto retirada do site): http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20100501200917AAu5XYy


Karlinha Ferreira

9 de fev de 2011

Um dia a gente chega


Acredito que felicidade se busca, se conquista.
O mundo não para de girar, e nem pára para que a gente se cure ou consiga ver as coisas diferentes, ele simplesmente continua girando, quer a gente queira, quer não.
Sei que a vida é dura demais em alguns estágios, que ela não está muito interessada no bem que você faz ou no quanto você sofre com a indiferença dela, ela só quer que você aprenda algo e não importa o quão árdua ela ficará para que você veja o que ela quer mostrar.

Algumas noites de solidão, alguns isolamentos a vida apesar de bela consegue ser bastante coercitiva quando quer, o problema é que nem sempre a mensagem é clara o suficiente, nem sempre cedemos ao destino de cara.

Mas a pesar dar dor que nos causaram e das decisões que tomamos acho que conseguiremos encontrar a felicidade por nossa conta e do nosso jeito. O mundo em um desses giros vai acabar nos surpreendendo!


Karlinha Ferreira

4 de fev de 2011

Mãe

Bom dia pessoal!

Primeiro quero me desculpar pela ausência!
Segunda prometo visitar o blog de todos vocês.


Quero compartilhar algo bem legal que aconteceu comigo esses dias...
Já havia compartilhado com a Érika (blog lorotas), e agora estou aqui para compartilhar com todos...
Gente minha mãe depois de muitos anos conseguiu realizar um sonho, está fazendo faculdade de pedagogia, minha mão não é velha, na realidade ela é bem novinha tem apenas 4.3 anos, rumo aos 4.4 em outubro, sou a filha mais velha, nasci quando ela tinha apenas 19 anos.

Estou muito feliz e orgulhosa, ela também não fala em outra coisa dá pra ver nos olhos dela que ela ta se sentindo mais viva, sabe?
Tentarei apoiar ao máximo, porque sei que o primeiro período não é fácil, principalmente para alguém que estava sem estudar a tanto tempo, sempre transferindo as oportunidades que ela tinha para os filhos. Minha mãe é uma guerreira, a admiro e amo demais apesar de quase nunca falar (não sou boa nisso).


É isso pessoal! Um ótimo FDS pra vocês, sábado estarei comemorando o níver de uma grande amiga (a sábia Mel) ao som de Capital inicial, Biquíni Cavadão e CPM22 em Recife! Segunda tow de volta!


Beijo grande!


Karlinha Ferreira

28 de jan de 2011

Today


“Hoje te peço: sonhe um pequeno sonho comigo...”
[love]
.
.
Ótimo fim de semana a todos! Beijos!
Tow muito feliz hoje!

24 de jan de 2011

Silêncio






"Ás vezes não da para gritar demais o quanto somos felizes...
Vozes escondidas no escuro tendem a burlar tal manifestação, tocam na mensagem enviada e o máximo que resta da felicidade é a falta e a ideia do quão bom era sentir-se feliz! "

♪Eu sei que a sua correnteza não tem direção...♫
(Daniel na cova dos leões, Legião Urbana)


Karlinha Ferreira

20 de jan de 2011

...


Todos têm seus limites. Uma forma particular de lidar com o sofrimento e com o lado cinza da vida.
Não adianta espernear, gritar por que há ocasiões que só nós sabemos até onde agüentamos.

- Mas o que você acha? Não sei o que fazer...
-Amiga, quem sabe do seu limite é você, vejo tudo diferente, mas quem sente é você! Quem ama sente de um modo que quem está de fora não alcança! Veja os seus limites, apenas eles podem responder a você o que fazer...
(...)


P.S. Conversa com uma grande amiga, valeu Mel!


“ O demais nunca é o bastante, e a primeira vez é sempre a última chance...”
(Teatro dos vampiros,Legião Urbana)

Karlinha Ferreira

12 de jan de 2011

Help


Ás vezes gostaria de senti-Lo mais perto!
Sentir seu cuidado para com os meus, ver que apesar de tudo continuas aí.
Que mesmo com a minha imperfeição Seus olhos estão voltados para mim.
Que embora eu não mereça, que seja egoísta a ponto de querer ser feliz a todo custo, que o meu andar não seja o mais reto diante de Ti.
Peço-Te, olha para os meus...
Olha pra mim!
Ando precisando de um pouco de ajuda, não sei como lidar com algumas coisas, reconheço minha incapacidade, não sei que decisão tomar e não sei ver as pessoas que amo assim, sem esperança. Eu não tenho as respostas! E eu sei que depois de ter tentado tudo, Tu és o único que podes mudar esse quadro.
Só imploro um pouco da Tua atenção, olha para os meus!
Sei que não estás inerte!
.
♫Eu me humilharei Teu nome gritarei Como criança eu serei Mas olha pra mim Tuas vestes tocarei Na figueira subirei Aos teus pés eu chorarei Mas Olha Pra Mim♪ (olha pra mim, toque no altar)
.

Ótima semana a todos!

Karlinha Ferreira

5 de jan de 2011

Lies



"Assim pulsa a parte mais frágil de mim:
Inerte, partidária e dispersa...
O incerto tem como certo ferir-me.
Sangro..."
.
(Karlinha Ferreira)

3 de jan de 2011

2011 começou!


O legal de se começar um novo ano é que temos a chance de fazermos tudo diferente. De não errar tanto. Algo que é fantástico é a renovação da nossa esperança, dos nossos sonhos, agora temos mais 365 dias para tentar.

Comecei o ano bem, dia de fazer a lista com os objetivos de 2011, dia de querer ser melhor. Erro bastante, mas sempre com intenção de acertar. Recebi a visita de alguns parentes pequeninos e pude sentir saudades de brincar com mais intensidade, da honestidade de gostar ou não de alguém, sem forjar sorrisos. Encantar com a sedução nata daqueles com idade inferior aos 6 anos. Rs

Acho que o meu desejo para esse ano é que eu possa acreditar nos sonhos, na arte e no amor com a credulidade de uma criança.

Desejo a todos uma ótima semana!

Beijos!

Karlinha Ferreira