16 de mar de 2011

Pra você


A madrugada ás vezes é pequena demais e o tempo que temos a noite, a sós com nós mesmos parece ser pouco diante de tanta interferência externa ditando diuturnamente como devemos ou não agir, como devemos ser.

É estranho enxergar tanta força, tanta imponência fraquejar, vacilar. Sei que o tempo não para, sei que ninguém olha para trás. Mas ainda diante de tantas certezas, tantas razões para cair, para não prosseguir. Dói ver seu esplendor assim.

Onde está a justiça que permite que seus justos caiam assim? Onde está a teoria do mundo justo? Sei que sua teoria do mundo injusto é mais plausível e melhor argumentada, afinal quem ganha pra você na argumentação?

Apesar de pra você hoje simbolizar um dia de fracasso, de derrotas. Pra mim é dia de louvor e alegria. É o dia que nos faz lembrar com mais veemência que há quem consiga se manter limpo, íntegro. Embora não penses assim, o mundo necessita de pessoas que façam o bem apenas por fazer, apenas por amarem a justiça. Você faz do mundo um lugar melhor, e não sei se é justo pensar o contrário (por isso não pense!).

A busca por um sentido chega a ser penosa, há quem não precise de um, mas nós precisamos, você precisa. Precisa saber para onde está indo e por que está indo. Precisa saber que algo vale a pena e que em algum ponto o universo responderá as nossas (suas) atitudes, ele irá parar de esmurrar a pessoa errada e verá o quanto foi injusto e assim, ele a tratará com o carinho devido. O universo a abraçará...

Desejo tão somente hoje que você encontre todas as respostas que procura, o silêncio quando muito prolongado se torna uma forma de tortura. Desejo ainda que essa força sobre-humana que almeja te fazer parar cesse. Que sua esperança se renove e que seus mais belos sonhos venham apressadamente para o mundo da realidade, que sua beleza estonteante seja vista por inteiro e que nunca enjoe dessa amiga aqui.



“Vejo em seus olhos que há algo errado, com o mundo, que gira ao seu redor, Você não sabe o que é, E tenta fugir, Tenta encontrar um porquê, Uma resposta, um lugar, uma luz, Tenta encontrar um momento de paz, Você não quer viver por viver, Também passei pelos meus maus momentos, e sei, Como é difícil enfrentar, Ter que fingir e andar, Mesmo sabendo, que não sabe aondo chegar, Sendo jogado, de um lado pro outro, Como barco à deriva, sem leme, sem direção, Você não quer viver por viver.”
(A Resposta, Fruto Sagrado)


Beijo tudo de bom Sereia querida do meu coração, meu desejo pra você é simples, apenas o melhor do melhor! ^^


Karlinha Ferreira

15 comentários:

  1. Não gente minha amiga não é a Maggie Q., mas há quem encontre algumas semelhanças. Rs... beijo

    P.S. Desculpe a todos minhaa ausência, no decorrer da semana vou visitanto suas "casas", saudades de todos...

    ResponderExcluir
  2. Fabiana Muniz16/03/2011 10:49

    Obrigada pela mensagem! Linda demais! Já disse, você tem vocação para escrever!!! Mas o intuito era me alegrar ou me fazer chorar? Beijão amarela!

    ResponderExcluir
  3. Achei uma delícia o texto, toa uma verdade, todo um jeito de pensar.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. Que texto lindo!!!!

    meu carinho!


    Zil

    ResponderExcluir
  5. Que texto, Karlinha!

    Coerente, sincero, maduro! Fui lendo boquiaberta, sorvendo o carinho, o "toma aqui a minha mão, minha admiração também".

    "...o silêncio quando muito prolongado se torna uma forma de tortura."

    Uau! Máxima, verdade absoluta, coisa mais linda isso. O silêncio tem suas dosagens...

    Beijos, parabéns pelo texto, feliz de tua amiga que a tem.

    Suzana/LILY

    ResponderExcluir
  6. dizem que amizade é o amor que nunca morre...

    ResponderExcluir
  7. Você fala em justiça no mundo e ao mesmo tempo cita a madrugada como esse espaço de tempo curto e irrisório que nos obriga de certa forma a crescer. Sei lá, os horizontes são muitos, as pessoas também, as ausências então, nem se fala. São os ritmos humanos que enlouquecem os ponteiros. Já percebi isso há tempos: amor e amizade se tornam objetos nas mãos dos homens e a gente precisa sorver idéias e pensamentos, abstrair o máximo que pode para lembrar que podemos simplesmente flutuar por cima de todas as coisas...
    Belo texto, seria um desabafo?
    bacio

    ResponderExcluir
  8. Karlinha,

    Li teu comentário no Blog da Érica. Eu diria para você escolher o tema "adoção" porque união estável é coisa manjada e o Brasil não aceita o casamento entre homossexuais, mas aceita sociedade de fato, o que já é alguma coisa (bom, estou afastada do Direito e do Brasil, não sei se ainda continua neste pé)... Agora, adoção é tema que ainda sensibiliza num país lotado de crianças para serem adotadas. Você não pediu a minha opinião, mas como estou doando-a e não vendendo-a... brincadeirinha...hehe!

    Beijos,

    Suzana/LILY

    ResponderExcluir
  9. Karlinha,
    "viver por viver" é tortura e renúncia...mas todas as imponências podem desabar, e também renascer para a vida de verdade.

    Beijos grandes

    ResponderExcluir
  10. No fundo de cada alma há tesouros escondidos que somente o amor permite descobrir.

    ResponderExcluir
  11. Oi Karlinha

    Um texto realmente forte e profundo, daqueles que nos fazem refletir inclusive sobre a justiça. Ela nem sempre é como idealizamos... Mas não adiante desistir, o caminho é seguir em frente, sempre.

    Beijos

    Carla

    ResponderExcluir
  12. vivir es un largo camino en el que vamos encontrando los hechos que nos forman como personas, de como valoremos los esfuerzos por conseguirlos, aun en la iniquidad, seremos en el mundo.
    Te abrazo

    ResponderExcluir
  13. LINDÍSSIMO Karlinha,adorei seu texto,maravilhos,parabéns garota talentosa,bjos.

    ResponderExcluir
  14. Parabéns, gostei do texto =)
    Continua ... *

    ResponderExcluir