15 de jun de 2011

Parar!


















Ás vezes quando tudo está agitado demais, fugindo ao controle...
Quando sua autenticidade é posta à prova, quando você se perde no caminho...
Quando você não sabe para onde está indo, quando de tanto andar você chega numa encruzilhada e agora não sabe qual rumo tomar...
É hora de parar!
É hora de cobrar da vida o que ela tomou, hora de cobrar de nós mesmos uma melhora, uma postura. E relaxar.
Não dá pra ficar dando murro em ponta de faca e no final do dia sorrir com a dor.
Parar, e pensar!
Nada é válido se ganhamos o mundo e perdemos a nós mesmos.
O que de fato for nosso estará no mesmo lugar.


“Em momentos de crise não se toma decisões” ( a Suzana mandou essa frase certa vez, mas não consigo lembrar o nome do autor)




E.E. Cummings escreveu:
“Não ser ninguém exceto você mesmo, num mundo que se esforça dia e noite para torná-lo igual a todo mundo é lutar a pior das batalhas que todo ser humano pode enfrentar e nunca deixa de lutar.”





E como é difícil! :(

Obrigada por tudo viu Sereia? Obrigada pelo direcionamento!





Karlinha Ferreira

10 comentários:

  1. saudades de vc Karlinha....

    seu texto é convincente e comovente...

    acredito que é assim pra todos de certa forma...só não podemos desistir....nunca!

    deixo meu carinho...e abraço apertadinho...

    Zil

    ResponderExcluir
  2. Un texto muy agradable. Me gustó leerte, Saludos cordiales.

    ResponderExcluir
  3. Parar é morrer já diziam os antigos...mas "abrandar" para pensar e reflectir...isso sim é muitas vezes a solução... ;)

    Muito obrigado :)

    ResponderExcluir
  4. Olá Moreira!

    Mas o parar que cito no teto é exatamente pra isso.
    Para refletir, mudar... e me reencontrar...

    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  5. Oi querida ! obrigada por tuas palavras.
    Estou encantanda com tudo que escreve , és uma pessoa incrível .
    Bom estar aqui !
    Grande beijo !

    ResponderExcluir
  6. Vivia dando murro em ponta de faca.
    Quando aprendi que não adianta, já estava sem as mãos.

    ResponderExcluir
  7. ... Só nos resta seguir. Em direção a quê?
    a imprevisível fascinação que é viver.
    Abraços poéticos!

    ResponderExcluir
  8. Sim minha linda. Ás vezes PARAR é preciso.É preciso dar um tempo, deixar as coisas se acentarem...Lindo teu texto, lindo mesmo!
    bjosssssssss

    ResponderExcluir
  9. Oi Karlinha querida!
    Olha, fia eu sou a favor da pausa. Quando a gnt para acho q perde mais ainda... ou não, oq a gnt sabe afinal? rsrsr
    vi q esses dias vc me chamou no msn, eu tava num site "genérico", daí nunca seise alguém me chama ou não rsrsrsr

    e aí? td bem? chegou o 2º semestre e vc deve estar doida com os meses chegando para o TCC hein! Olha, sorte e muuuuuuita tranquilidade para vc, vai precisar! rsrsr


    bjãO

    ResponderExcluir
  10. Tão bom ler um pouco de "VOCÊ" todos os dias. Uma terapia. Meus escritos favoritos.
    Xêro!

    Magal

    OBS.: Não consigo mais postar com meu perfil.
    Grrrrrrrrr!

    ResponderExcluir