15 de dez de 2011

Sentir...

















Penso que a melhor coisa da vida é sentir, é amar, independente de ser amado ou não. Gosto da sensação de ter os pés fora do chão, do arrepio na pele e das borboletas no estomago.


Gosto do gosto do beijo, do sabor da pele e de notar o que mais me apetece no ser amado. Não importa se o outro sente ou não, o importante é que eu sinto, é que eu amo, que eu me apaixono, e nada tão bom quanto sentir... Sofrer? Quebrar a cara? Faz parte... Mas nada é tão bom quanto ser tomado pela plenitude do amor e pela intensidade da paixão.

Cada sensação que sinto me torna vivo, até a decepção, a dor, traz isso de bom, se sentimos, estamos vivos! Prefiro errar a passar a vida inteira com medo de sentir. Sou um ser apaixonado e errante!

Karlinha Ferreira

7 comentários:

  1. "Errar é humano", é com os erros que aprendemos. Quem não erra, não sabe viver! O erro faz parte da vida, é com ele que vemos o que podemos melhorar!

    Um bjnho

    ResponderExcluir
  2. Tem razão, Karlinha, vale muito mais errar que passar a vida inteira com medo de sentir. Aliás, errar faz parte do percurso.

    Beijo :)

    ResponderExcluir
  3. Lindo texto. Muita verdade contida. A gente é um ser de ciclos, erros, acertos e aprendizados. Sem eles, nada pode acontecer, não tem o direito de.

    Beijão.

    ResponderExcluir
  4. Se todo mundo pensasse assim o amor não seria mais considerado o vilão da história.

    Tá certa tu, flor.

    ;)

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  5. Sentir é um ato Excepcional.
    Cada um com uma descrição diferente
    em relação a uma questão especifica da propria alma.

    Bela reflexão.
    Tens meus parabéns.

    ResponderExcluir
  6. A vida perde a cor e o sabor, quando desistimos de sentir.

    ResponderExcluir
  7. Olá Karlinha

    Que lindo!
    Seu blog é ótimo e já estou te seguindo. Vou aguardar a sua visita e ficarei feliz se me seguir também.

    Bjoooooooooooo..............................
    www.amigadamoda1.com

    ResponderExcluir