6 de jan de 2014

E o novo ciclo se inicia

A instiga daquela noite foi surreal, pessoas diferentes numa mesma sintonia, cantarolando e sentindo um ciclo se fechar.
Aquela noite simbolizava a renovação da esperança, o entendimento de que aquele ciclo que foi tão pesado acabou. A energia mudou, e nos contagiou, sentimos no exato momento em que o fardo ficou mais leve e os sorrisos mais soltos, abertos e sinceros.
Esses dias foram marcados por uma cumplicidade que nasceu de maneira genuína. Momento de clareza, de entendimento, tantos desencontros fizeram sentido naquele dia, porque há coisas que só entendemos quando estamos prontos.
A consciência do que aprendemos com todos os percalços do caminho, a necessidade de se olhar de fora, e ver o quanto mudamos e o quanto voltamos a ser nós mesmos, ás vezes é preciso mudar para voltar a ser...
Sentir a leveza o brilho no olhar, a instiga se misturar e a esperança que se anunciava com a chegada de uma nova energia que embora ainda não tenha vindo ao mundo mais que já contagia, que já se sente....
Voltamos pra casa... Mas sentindo... “ás vezes é preciso mudar para voltar a ser...”

Karlinha Ferreira