20 de set de 2013

Amar requer grandeza


Amar requer grandeza.
O amor requer perdão, liberdade, requer que os interesses do outro se sobreponham sobre os nossos, requer renúncia dos nossos ciúmes e pretensões. E pra tudo isso, precisamos de grandeza.
Não se pode cultivar uma árvore grande, forte, e saudável em um recipiente pequeno, pois cedo ou tarde ela padece, ela precisará de liberdade pra crescer, precisará de luz, de vento, de tempo para que ela atinja sua magnitude.
Amamos quando percebemos que ficamos infinitamente felizes com a realização do outro, com o voo daquele a quem dedicamos o melhor de nós. E acho que a essência está aí em doarmos o melhor de nós mesmo, o amor nos enobrece, se for diferente disso, não é amor, é qualquer outra coisa, mas amor não.
Ao amar, nós é que somos beneficiados. Mas sentir o amor e vivê-lo requer grandeza, requer que aceitemos as alegrias do outro, e entender que o outro pode sim ser feliz sem a gente, que o outro pode ter bons momentos e isso requer alma.
Dar tempo, dar espaço para que assim como uma planta, o amor venha a florescer, sem esperar nada em troca. Apenas por ser algo natural, por ser o curso, a etapa que ele tem que passar, somos agraciados com o amor no mundo, e poder sentir, poder amar apenas por amar, já é por si só uma dádiva. Nada melhor que ter alguém ao nosso lado sem exigir que essa pessoa fique, é bom ter alguém do nosso lado simplesmente porque ele quer ficar.
Feliz daquele que tem grandeza, pois tem em seu coração um amor livre...


Karlinha Ferreira

17 de set de 2013

Leveza


Hoje me sinto bem.
O sol está brilhando mais forte, hoje eu posso ser quem eu quiser. Posso inclusive ser alguém melhor, posso fazer as coisas darem certo.
Sinto-me forte, uma força que a muito não me alcançava. Meus fantasmas hoje me deram uma trégua.
Sentir o vento batendo no rosto, soltar um sorriso sem razão. Fazia tempo, havia esquecido de como era bom se sentir assim.
Estou em paz, penso que ao tomar consciência do que eu sou, da minha condição, a tranquilidade me alcançou.
Uma coisa de cada vez. Primeiro tomar consciência, depois mudar, um passou de cada vez. É assim que se vai pra frente. Tomar nota disso e conseguir vencer a mente é algo que realmente proporciona paz.
Leveza é o que eu desejo que perdure.

"É tanta paz que dá vontade de cantar"
(Natiruts)

Karlinha Ferreira