23 de dez de 2010

Natal


Natal, fim de ano geralmente deixa todo mundo melhor, é uma época mágica. Minha mãe, por exemplo, coloca o mesmo Cd há 11 anos nessa época, o Cd de natal do Cid Moreira. Já sabemos (meus irmão e eu) decorado, mas é natal, “tudo” é válido.

Contudo, esse fim de ano está sendo bastante diferente pra mim, não estou sentindo a magia, o encanto que entremeavam os meus sonhos e minha esperança. Talvez tenha sido os calos causados pela vida, ela não anda me poupando muito. Sinto-me também mais forte, mais pronta e simultaneamente cansada e esgotada. É complicado tirarem tanto de você e não dar a contrapartida do retorno.

Foi um ano em que algumas amizades foram colocadas à prova, onde desgastes emocionais ocorreram, onde nem todas suportaram as diferenças, onde o respeito acabou e consequentemente a amizade também, enquanto outras se fortaleceram. Quando no momento de dor, de dúvida e de melancolia souberam entender sem julgar, puxar a orelha, se decepcionar, superar.

Esse ano foi bem duro, mas amei não ter passado por ele sozinha. Foi bom ter para quem ligar, foi bom poder chorar e soluçar no telefone de arrependimento e ter quem dissesse “vai passar, é duro, é complicado, mas vai passar”, e de fato, passou!

Estava muito triste hoje, sentindo-me bastante lesada, mas enquanto vou escrevendo meu sentimento está mudando e estou começando a visualizar alguns rostos, a sentir o apoio, a força que era a mim passada meio que por osmose quando eu já não tinha nenhuma. Sinto a surpresa e a honestidade de quem apostou em mim, de quem depositou sua credulidade e confiança e (Deus!) como eu me esforcei pra não decepcionar, sei que fui muito falha em vários momentos, mas tentei ser o melhor que pude. E isso deve contar né? Que muitas vezes, embora não conheçamos de fato a pessoa que está do outro lado do PC, vez por outra ela faz toda a diferença na vida da gente, e quando conseguem ao ler um simples texto e através dele, desvendar nossa alma, e nos mostra uma ótica que nem sempre conseguimos ver. É bom tê-los por perto. De fato são amigos, de fatos sinto em muitos momentos que vocês sentem, que sofrem ou se alegram junto.

2010 seria um ano regido por Vênus deusa do amor, ano do tigre (meu signo no horóscopo chinês), tinha tudo pra ser o meu ano, e me esforcei pra isso. Errei de forma desgovernada, mas sempre tentando acertar. Talvez chore muitas noites ainda, talvez o fato de querer sempre mais, desse inconformismo constante em meu peito, essa sede por melhora, essa vontade vencer, possa ainda me deprimir, me decepcionar, ou gere ainda mais lágrimas, mas não fui criada pra desistir, continuarei tentando.

Está sendo um ano especial, e apesar de notar de forma dura que a vida é barra pesada, descobri que tudo pode acontecer se dermos o benefício da dúvida, que a fé que temos em nós e naqueles que amamos compõe parte do tripé que sustenta o mundo. Que se apaixonar e saber que o outro sente o mesmo, é tão forte, tão fortalecedor, que todo ser humano deveria passar por isso ao menos uma vez. Faz muito bem, nos melhora de forma grandiosa.

Desejo a todos que apenas tentem ser o melhor que podem, isso um dia será o suficiente pra alguém, e nesse momento a espera valerá a pena. Que ser feliz é permitido e que o que procuramos, encontraremos e saberemos pela forma que vamos nos sentir ao ver, ao tocar e ao estar perto.

Sério pessoal, é permitido ser feliz! Corra atrás da sua felicidade e coloque isso como meta número 1 na sua vida! E não ligue se por acaso você fugir aos padrões. A regra é simples, seja feliz!


Um excelente natal!

Apeguem-se a Deus, e o tenham como amigo, ele não é apenas fogo consumidor como pregam, ele é muito amor e muita paz também! Saúde e Paz o resto a gente é competente o suficiente para correr atrás!

Beijão a todos!

Karlinha Ferreira

21 de dez de 2010

Quem inventou o amor?

♫ Enquanto a vida vai e vem

Você procura achar alguém

Que um dia possa lhe dizer

-Quero ficar só com você
(Antes das seis, Legião Urbana)
.
.
P.S. Um início de semana bastante amoroso para todos vocês!
Curtindo Legião Urbana... é simplesmente ímpar!
Beijos

15 de dez de 2010

Lembrança



Nesta manhã ao ler o texto “UM FUTURO VIVIDO” escrito por Suzana Guimarães, fui bombardeada por lembranças que estavam tão ocultas e que vivia como se elas não mais existissem, que aquilo me deixou inquieta. Lembranças que na mesma medida que me faziam lembrar de pessoas por quem me apaixonei, traziam a imensa incapacidade/impossibilidade que tive de ser amada pelas mesmas.

Lembrei-me de como gostaria que as coisas fossem diferentes, de como aquelas noites (depois de ter mentido para o mundo quanto ao que sentia) e datas doíam...
Lembrei-me que me esforçava bastante para esquecer, que o “não lembrar” era o melhor a se fazer. Que esquecer, que me desvincular era a melhor saída que o destino apresentava. Apesar do sentimento presente em meu peito ser grande demais, forte demais e complacente demais. Melhor mesmo era esquecer. Por que, por mais que persistisse nesse querer insano ou genuíno, já que minha inclinação para esse sentimento chegava a ser absurda, nesse caso, querer não era poder, lutar não era sensato, por que toda batalha pleiteada por um só homem tem como destino a derrota.

É Suzana, seu texto me fez lembrar também de como era bom sentir tudo aquilo, e que a tristeza do querer sozinha, não foi a única fase que meu coração viveu, que durante algum tempo ele também foi feliz, uma felicidade insana, passageira, mas tão intensa que ainda hoje posso visualizar em algumas tardes aqueles olhos castanhos claros que ao olhar em minha direção causava um rubor inexplicável, lembro-me também do nosso primeiro encontro onde ele havia preparado um cd com várias músicas que eu amava, músicas eletrônicas (eu de piercing na sobrancelha, aparentemente roqueira) e que depois que me conquistou, ja no terceiro encontro vi que só curtia Bruno e Marrone e seus derivados(faz medo! Rs), era tão gentil, tão amoroso, tão dono da situação, tão forte que de fato não entendia a resistência e o porquê de ter um fim, o porquê de ter sido daquele modo, até que decidir esquecer. Decidi continuar, uma das sequelas de um coração partido é o se fechar, é o não permitir que pessoas entrem e façam o mesmo, ao menos até nos curarmos e estarmos prontas para outra pessoa, para correr riscos.

Não lembrava (ou talvez só me esforçasse muito para não lembrar) disso há um bom tempo, até ser invadida nesta manhã por esse texto. Hoje, embora já não faça mais sentido algum, ainda assim pensei nas causas, e nos “porquês” sem respostas.

Aprendi a viver, hoje, mais forte, e mais prevenida por assim dizer, não se pode saltar no escuro e sair ilesa, aqui não se trata de fé, aqui se tratava tão somente das vontades das partes. Vontades unilaterais não constroem relações nem relacionamentos.

Estou bem, mesmo tendo sido pega de surpresa por tantas sensações que de um modo bem íntimo, doeu. E que mesmo sendo tão familiar, nesta manhã me soou estranho.




♫Estou aprendendo a viver sem você
(Já que você não me quer mais)♫
(vinte e nove, Legião Urbana)




Karlinha Ferreira

9 de dez de 2010

Momento


“No momento em que ela pousou a cabeça em meu ombro o caos do mundo cessou, o momento se petrificou e então percebi que naquele momento, a paz me alcançou!”


Karlinha Ferreira
P.S. Essa semana estou ouvindo Norah Jones, CD "Come away with me". Bom demais!

3 de dez de 2010

Rs


"Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito".

(Clarice Lispector)

Ótimo FDS pessoal! Ótima sexta, aproveitem! Acordei muito bem hoje, por isso hoje Clarice fala por mim!


P.S. Foto antiga, mas que eu adoro (câmera VGA ainda,Rs)

Beijos,

Karlinha Ferreira

29 de nov de 2010

Outra visão





Ás vezes é necessário se afastar, tentar sentir por um outro ângulo todas aquelas sensações que parecem nos sufocar. Sentir o impacto das dores de um ângulo menos egoísta.

Descobri que algumas verdades devem permanecer no porão e por elas sermos torturadas dia pós dia até entendermos que mesmo as pessoas boas fazem coisas que não deveriam vez por outra, e que a idéia não era atingir ninguém, que naquele momento ela só pensou talvez que fosse certo, ela não imaginária que anos mais tarde esse erro fosse ter uma influencia tão grande na vida de alguém.

Verdade é que em alguns momentos nosso grito tem que ficar preso até quase nos sufocar, que nem sempre dá para externar todas as dores, todos os medos, embora você quisesse está com alguém e que esse alguém tirasse aquilo de nós.

Não sei se por um “altruísmo egoísta”, ou se só por egoísmo “poupamos” o mundo do nosso lamento. Sem saber que o mundo também já está misturado a ele, que nossas energias se entremeiam e no fim do dia somos apenas mais um a lamentar, a arrepender-se, ou a ser tocado por alguém. Mais uma alma inquieta e inconformada.

Mas a vida exige que deixemos nossa dor de “lado”, no começo ela irá nos puxar tanto pra baixo que acharemos que não vamos conseguir, mas por um momento talvez meio que como uma anestesia, ou lobotomia deixa-se de sentir. Esquecemos por instantes doa dor e do peso que carregamos, do inconformismo. E nesse momento vemos que somos felizes, que esses que estão ao nosso lado merecem nosso melhor, pois já agüentaram de forma heróica o que temos de pior.

Embora a dor queira nos anular, mudar nossa essência, que a vida tenha sido tão cruel a ponto de matar nossa esperança, penso que sempre teremos o que agradecer, e ter com quem contar é uma dádiva. É bom não estar só com a solidão, é bom se sentir solitário com alguém.



Karlinha Ferreira

25 de nov de 2010

Mais ou menos assim


Para os amigos uma boa companhia...
Para quem namora alguém devota...
Pra quem não conhece, passa por qualquer coisa depende de quando e como a ver...
Despojada? All star, camiseta e jans? É sinal que ela ta bem! Não ta nem aí pra nada nem pra ninguém.
Muito arrumada fora de ocasião? Sai de baixo é melhor elogiar que a auto-estima ta no chão.
Sorriso faceiro...
Jeito moleque...
Alma grande...
Olhar de quem sempre espera mais...
Alguém que se apaixona fácil...
Cabeça dura...
Ás vezes orgulhosa demais...
Em outras espera a contrapartida do retorno, mas que não desanima quando ele não vem...
No peito uma silenciosa insatisfação com alguns erros que insistem em assombrar.
No coração a esperança de redenção.
Ao enxergar ainda continua a ver a magia no mundo, aquela que se aprende a ver quando criança e que com o passar dos anos as circunstancias tendem a tirá-la de nós. Mas ela ainda continua vendo e sentindo essa magia...
Ama Legião Urbana e MPB...
Mas sabe que um forrozinho ajuda a proximar...
Adora dançar...
Que é do tipo que se anima fácil, se for sexta então... nossa... Já era!
Ela ainda sonha... Sonha com um futuro que virá como recompensa pela luta.
Sonha acordada...
Nos sonhos que ela tem tudo fica bem, tudo é mais simples, sem jogos...
Acredita que amor é para sentir e demonstrar, o amor é aquele que ainda resiste ao tempo, a distancia e as dificuldades... Aquele que faz com que a gente queira ser melhor...
Alguém que sabe que por mais penoso que tenha sido o dia em algum lugar do mundo alguém teve um dia pior, então é sinal de que devemos agradecer...
Que amigo a gente escolhe pelo caráter, e pela esperança que ele deposita em nós, fora isso nada mais importa.
Sabe que algumas vezes alguns momentos vão querer mostrar que ser bom não compensa... Mas que esses momentos estão errados e que fazer o certo é sempre melhor...
Alguém que quer sempre mais da vida...
E que talvez sonhe demais!

"Conehcemos um homem pelo seu riso; se na primeira vez que o encontrarmos ele ri de maneira agradável, o íntimo é excelente!" (Dostoievski)

Karlinha Ferreira

23 de nov de 2010

Vida... hoje pode ser melhor!


Ouvi falar que temos que aproveitar bem os bons momentos porque nunca sabemos quanto á felicidade vai dura. E isso é verdade, ás vezes em meio a tanto stress, tantos planos que não podemos colocar em prática, a algumas energias negativas que não querem permitir que nos reergamos, sentimos algo diferente, e nesse momento percebemos que apesar de tudo estamos bem.

É bom continuar, é bom ainda estar na batalha. É bom simplesmente sentir uma felicidade inexplicável aos olhos dos outros, uma sensação que não dá para descrever, que a gente só sente, só percebe que estamos bem. E isso basta.

A vida nem sempre é generosa, mas faz toda diferença à forma como olhamos para o que ela nos oferece. A generosidade dela pode está nos momentos inesperados. Tudo sempre pode ser melhor se dermos o benefício da dúvida. Esse é o meu lema! Nosso ponto de vista nem sempre é o melhor, nem o mais certo, a vida tem muito a nos oferecer e as pessoas que cruzam nossa vida tem um dom descomunal de torná-la infinitamente melhor.

Acordei com esse imenso sentimento de gratidão hoje (embora tenha tido insônia e esteja acordada desde ás 3:30h da manhã, insônia é complicado) por tudo que a vida tem feito.
De fato, vez por outra só precisamos nos permitir ter uma visão caleidoscópica contagiada pela paixão, assim como os enamorados que vêem tudo em cores. Podemos ver tudo pelo melhor lado e também melhorar a vida de alguém. Penso que agindo assim vivemos melhor e bem!

Ótima semana a todos!



♫Eu quero ser feliz antes de mais nada♫
(Claudinha Leite)




Karlinha Ferreira

18 de nov de 2010

Mais ou menos isso...


Gosto bastante desse fragmento da Lya Luft, descreve bem alguns momentos que a vida insiste em nos impor.


"O amor nos tira o sono, nos tira do sério, tira o tapete debaixo dos nossos pés, faz com que nos defrontemos com medos e fraquezas aparentemente superados, mas também com insuspeitada audácia e generosidade. E como habitualmente tem um fim - que é dor - complica a vida. Por outro lado, é um maravilhoso ladrão da nossa arrogância. Quem nos quiser amar agora terá de vir com calma, terá de vir com jeito. Somos um território mais difícil de invadir, porque levantamos muros, inseguros de nossas forças disfarçamos a fragilidade com altas torres e ares imponentes. A maturidade me permite olhar com menos ilusões, aceitar com menos sofrimento, entender com mais tranqüilidade, querer com mais doçura. Às vezes é preciso recolher-se”.


(LYA LUFT)
Beijos,
Karlinha Ferreira

16 de nov de 2010

Hoje




Há dias que nada parece nos atingir, que somos “senhores” de nós mesmos, que o que está fora, simplesmente não nos atinge... São apenas vozes fora de nós. Mas em um dia como hoje parece que somos apenas um alvo fácil, que se fere, que sente, e que nem sempre consegue se defender.

Fragilidade, vulnerabilidade... Não estou acostumada com isso, com essas sensações.
Ser atingida não é o meu forte, nem nunca será, a vida me ensinou a nunca desistir. E que sempre que alguém disser que não é possível meu dever é provar que esse alguém está errado.

Que fazer o possível é pouco, e é simples demais pra quem procura algo grande, algo que emocione, algo que de fato me faça vibrar. Preocupo-me apenas em crescer... Voar... Trilhar e cada vez que me flagro pensando me imagino mais e mais longe...

O estado de inércia não é o melhor lugar do mundo para alguém nascida no ano do “tigre”, para uma jovem libriana, para uma hiperativa. Viver, mudar, lutar, sair do “morno” e ir direto para o quente, sair desse lugar que parece não se mover, parece um círculo interminável... Sair... Simplesmente...

Estou cansada de ter minhas mãos atadas, e de quererem me direcionar, hoje penso (talvez erroneamente para uma calvinista, mas só por hoje preciso pensar assim) que meu destino está em minhas mãos, e que correrei atrás do que julgo certo e digno. De algo que faça com que eu simplesmente tenha vontade de viver (não que eu queira morrer, entendam, mas algo que de fato chame mais a atenção que me entorpeça, me fascine) e que eu tenha uma causa, um sentido. O céu é o limite... mas quero trilhar o caminho de forma prazerosa e notadamente intensa!

Quero mais...



“Vivo a minha vida em círculos cada vez maiores que se estendem sobre as coisas. Talvez não possa acabar o último, mas quero tentar”
(Rilke)


P.S. Ótima semana a todos! Espero que tenham aproveitado o FDS!
Xerão




Karlinha Ferreira

12 de nov de 2010

FDS


Olá pessoal!

Hoje é sexta o melhor dia da Semana! Dia do DDC (Desvio De Conduta), dia de relaxar depois de uma semana stressante, dia beijar, de jogar conversa fora com os amigos, de paquerar de deixar a vida nos levar.

Amo a sexta mais do que qualquer outro dia na semana, meu humor fica excelente, e só eu e Deus sabemos o quanto esperei pela chegada desta sexta. Tive uma semana cansativa demais, gostaria de ser duas vez por outra, uma para trabalhar e estudar e a outra pra ver todos os filmes e séries que eu gostaria, e ler todos os livros...
Na sexta tudo pode acontecer! Rs...

Hoje são quatro aulas de Direito civil (sucessões), e depois DDC. \0/
Como diz Lulu Santos "VAMOS NOS PERMITIR, POR QUE NÃO HÁ TEMPO QUE VOLTE"



“É importante dar nosso amor independente do que encontramos como reação!”

(Roberto Shinyashiki)

.
P.S. Vi essa frase e achei perfeita! Ótimo fim de semana para todos e distribuam amor! Beijos
P.S.2 Adorei a foto. Rs



Karlinha Ferreira

6 de nov de 2010

O povo fala!


♫ Compensando a anatomia, o povo fala sem ter dó
São dois olhos, dois ouvidos, mas a boca é uma só
E fala, o povo fala mesmo♪
(Vox Populi, Ana Carolina)

Cidade de interior é uma comédia, todos sabem como viver a vida de outras pessoas, mas não tem ideia de como viver as suas próprias. A cada comentário que escuto digo pra mim mesmo ou pra alguém de quem estão falando “relaxa, jaja encontram outro alguém para falarem alguém que tenha sido traído, ou que eles achem que são amantes de alguém por estarem se vestindo melhor, ou alguém que pegue todo mundo, ou que tenha mudado a orientação sexual... afinal, o povo fala mesmo”. Resolvi dedicar um pôst especialmente para a mediocridade das cidades pequenas...

Cidade de interior.

Ou você é pegador ou é gay! (não há possibilidade de você ser solteiro e ser só alguém comum que espera a pessoa certa)
Ou demora o tempo que a sociedade julga necessário para casar ou está grávida. (Casamento rápido é igual à gravidez ou perda de virgindade)
Ou é freira ou é puta. (plagiando Rita Lee, Rs...)
Conversar com homem casado, pressupõe um caso. (mesmo ele seja alguém da família)
Se sair com as amigas com frequência é sapatão, se sai com homens “ta dando” pra eles... (meio termo não existe)
Se fica com os boyzinhos (nordestinês) é fácil, se não fica vai morrer sozinha. (o fato de só receber proposta de cafajeste não é levado em consideração)
Se a “boyzinha” (nordestinês de novo, rs...) é bonita e solteira, é sapata ou mal-amada. (não ter recebido uma proposta decente nem passa pela mente de ninguém, né?)

É, o povo fala...

Gente, ninguém escapa da língua do povo. Conheço pessoas brilhantes que sofrem com frequência por mediocridade alheia. Por pessoas inconsequentes que, acredito por total falta de satisfação com suas próprias vidas e por não saberem lidar com seus insucessos optam por denegrir quem faz sua parte.

Acredito que a regra e a única regra na vida é “ser feliz”, poxa, se no momento o que deixa alguém feliz é o “estar só”, ótimo, dedique-se aos estudos, ao trabalho, a arte, contanto que esteja bem. Se a outra pessoa o fato de namorar sem compromisso a atrai, ok, contando que sua mente aguente. Se te deixa feliz ter novas experiências ou mudar a orientação, cada um sabe de si, cada um só vai até onde dá. Já pra outras pessoas basta apenas viver com a arte ou em seu meio para que encontre a plenitude, outros são pesquisadores, outros querem seguir a tradição “casa, marido, filhos”, é permitido ser feliz! Não levanto a bandeira para nenhum dos lados, levanto e torço tão somente pela felicidade. Por que quem está feliz de verdade, quem se sente pleno, não gasta tempo com coisas negativas. Na realidade não consegue fazer outra coisa a não ser esbaldar felicidade.

Resumindo, acabo de perceber que pessoas assim, são infelizes e devem ser motivo de oração daqueles que creem, dignos de pena para os que se permitem sentir, e infelizmente se não houver mudança de postura atrairão ainda mais insucessos para suas vidas, e nisso acredito. A vida é um espelho e nossos atos refletem de volta pra nós.

“Uma coisa eu aprendi, planto amor pra colher o bem” (Marcelo D2)



Karlinha Ferreira


28 de out de 2010

Inacessível


Naquela noite o jovem estava ao lado daquela garota e podiam se tocar. Podiam sentir o calor um do outro. A paixão!
Conversavam sobre coisas da vida, fazíamos planos, ele concordava com ela. Namoravam com ternura, era tudo que a garota queria, quem dera não houvesse aquele muro, aquele porão sem luz...
Ela queria poder clarear, tranqüilizar e ajudar ao menos um pouco, mas ela não podia, a impediram de entrar. O porão continuava escuro, e a garota não desejava ser o sol para iluminá-lo, talvez o desejo mais pretensioso dela fosse o de ser um vagalume.
Um pouco de esperança e amor ela poderia oferecer... Quem dera o porão do jovem não fosse inacessível...


Karlinha Ferreira

26 de out de 2010

Hoje Jabor fala por mim!


Adoro essa crônica e adorooooooo o Arnaldo Jabor de um jeito assim, ímpar!

Nada melhor que iniciar a semana com ele!

Ótima semana para todos e espero que gostem da crônica!

Beijos!


Crônica do Amor

Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo a porta.

O amor não é chegado a fazer contas, não obedece à razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar.

Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só referenciais.

Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca.

Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.

Você ama aquela petulante. Você escreveu dúzias de cartas que ela não respondeu, você deu flores que ela deixou a seco.

Você gosta de rock e ela de chorinho, você gosta de praia e ela tem alergia a sol, você abomina Natal e ela detesta o Ano Novo, nem no
ódio vocês combinam. Então?

Então, que ela tem um jeito de sorrir que o deixa imobilizado, o beijo dela é mais viciante do que LSD, você adora brigar com ela e ela adora implicar com você. Isso tem nome.

Você ama aquele cafajeste. Ele diz que vai e não liga, ele veste o primeiro trapo que encontra no armário. Ele não emplaca uma semana nos empregos, está sempre duro, e é meio galinha. Ele não tem a
menor vocação para príncipe encantado e ainda assim você não consegue despachá-lo.

Quando a mão dele toca na sua nuca, você derrete feito manteiga. Ele toca gaita na boca, adora animais e escreve poemas. Por que você ama
este cara?

Não pergunte pra mim; você é inteligente. Lê livros, revistas, jornais. Gosta dos filmes dos irmãos Coen e do Robert Altman, mas sabe que uma boa comédia romântica também tem seu valor.

É bonita. Seu cabelo nasceu para ser sacudido num comercial de xampu e seu corpo tem todas as curvas no lugar. Independente, emprego fixo, bom saldo no banco. Gosta de viajar, de música, tem loucura
por computador e seu fettucine ao pesto é imbatível.

Você tem bom humor, não pega no pé de ninguém e adora sexo. Com um currículo desse, criatura, por que está sem um amor?

Ah, o amor, essa raposa. Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática: eu linda + você inteligente = dois apaixonados.

Não funciona assim.

Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama-se justamente pelo que o Amor tem de indefinível.

Honestos existem aos milhares, generosos têm às pencas, bons motoristas e bons pais de família, tá assim, ó!

Mas ninguém consegue ser do jeito que o amor da sua vida é! Pense nisso. Pedir é a maneira mais eficaz de merecer. É a contingência maior de quem precisa.

Arnaldo Jabor

21 de out de 2010

Posso tentar?



Fico irritada, louca quando determinadas situações me deixam impotente.
Vê quem você ama sofrer e você não poder fazer nada, absolutamente nada para amenizar a dor, o fardo é revoltante.
Só por hoje eu gostaria de entrar, é, que me deixasse entrar e tentar fazer algo por você, por que eu sei que se eu tentar eu consigo. Não tenho idéia de como ajudar, mas permita-me tentar.
Permita-me consolar...
Permita-me cuidar de você!
O amor tem isso de ruim, que na mesma intensidade que nos alegramos quando alguém que amamos está bem, nos entristecemos com profundidade quando os mesmos estão mal.
Não somos seres isolados. Relacionamento é algo tão mágico, tão difícil e tão ímpar por isso, por ter um apoio, uma testemunha para todos os momentos. Alguém que se importe. Porque seu sorriso parece o sol e hoje está apenas amarelo, sem brilho algum.
Só gostaria de entrar... É, entrar...
Entrar na sua vida e poder mostrar que sua dor também é minha.
De chorar junto, embora nem você saiba o porquê, mas se está doendo em você, eu também sinto.
Preciso apenas da sua anuência para entrar... Para compartilhar, para ficar.
Não quero que se esconda, todos tem maus momentos, momentos em que se sentem perdidos, mas saiba que encontraremos o caminho de volta. É normal perder o caminho ás vezes, é péssimo quando sentimos que ele foi tirado de nós, mas não precisa passar por nada sozinho.
Me deixa te ajudar... Me deixa tentar?
Se você deixar eu sei que consigo...
.
.
♫Diga quando e as minhas duas mãos
Irão consolá-la esta noite, esta noite
Diga quando e os meus dois braços
Irão carregá-la esta noite, esta noite♫
(Say When, The fray tradução )


Karlinha Ferreira

18 de out de 2010

Mar


O mar assim como a lua tem algumas peculiaridades que me atrai.
Há coisa melhor que olhar o mar e por do sol?
Há coisa mais tranqüila, romântica e melancólica?
A imensidão azul traz pensamentos, pessoas, momentos que você já havia implorado para esquecer...
Você percebe o quanto é sozinho...
Percebe que pessoas importam...
Reconhece que ainda pensa na pessoa que partiu seu coração (embora não comente com ninguém)...
Ah! O cheiro do mar... Que delícia!
Remete você ao mais encantador cenário, é romântico. É poético.
Há quem consiga ficar indiferente frente à maravilha que é o mar, a praia?
Amo pensar olhando para o mar...
Pensar nos amores... Refletir sobre a vida... Ou simplesmente jogar frescoball na areia da praia.
Tomar algo gelado... Ouvir boa música, gargalhar, segredar... Aproximar!
É incrível, por que até nosso humor melhora, algumas dores se vão quando estamos em contato com o mar.
Gosto bastante de simplesmente contemplar...
Olho e imagino o porquê de tudo...
Porque que não deu certo com esse? Ah! Se eu pudesse escolher por quem me apaixonar...
Por que tem tanta gente tão bonita, tão do bem, solteira? Por que fulano e beltrano não agem bem? As coisas poderiam ser mais fáceis.
Vejo também que estou bem, que tenho em quem pensar, tenho com quem sonhar! E que se apaixonar é bom!
Também lembro do meu pai quando vejo o mar, lembro-me dele e da lacuna que tenho por passar tanto tempo sem vê-lo.
Lembranças... É isso que o mar me traz!
Agradeço a ele pelas lembranças que são do que me alimento.



Karlinha Ferreira

15 de out de 2010

Lugares vazios


Eu em geral gosto dos lugares vazios. Percebo que a essência das coisas e lugares ficam mais fáceis de serem notada desse modo.

Certa vez estava fazendo a divulgação de um evento nas cidades vizinhas para a faculdade e pedi para meu colega parar em uma igreja que ficava em um engenho perto de onde estávamos, era uma igreja linda de 1817. Parecia até outro lugar, à frente dela era um sonho, um lugar arborizado, a luz do sol que penetrava entre uma árvore e outra, então entramos ali. Todos maravilhados por ser algo antigo e por estarmos meio que tateando a história. Mesmo eu tendo raízes protestantes, me senti bem naquele lugar, pela calmaria, por está desvinculado de “dedos” a apontar. Mas que ao mesmo tempo sabíamos que aquela pena igreja comportava muita dor, muitos lamentos, esperança e fé. Era um lugar bom de estar, por está vazio.

Outro dia estava voltando pra casa à noite, o céu estava lindo. E enquanto caminhava pra casa contemplava a noite. O barulho do vento e por alguns instantes até minha pequena cidade demonstrou um charme especial por simplesmente ser noite, está frio e as ruas vazias. Eu sabia que por cada casa que ia passando até chegar a minha existiam histórias. Algumas fascinantes e outras trágicas talvez. Eu me transportava para as histórias meio que me perdia em meus pensamentos enquanto caminhava. Enquanto contemplava o céu estrelado.

A sensação de poder sentir a noite, de poder imaginar as vidas que passaram por ali, as histórias de cada pessoa é algo mágico. E a paz de um lugar vazio é simplesmente entorpecente.
.
.
.
P.S. Semana de prova acabaou ontem, estou de volta pessoal.
Ótimo fim de semana! Beijo a todos!



Karlinha Ferreira

6 de out de 2010

Semana de prova!


Olá pessoal! Boa noite!

Ando meio sumida por que estou em semana de prova...
Estou pirando, por isso perdoem a minha ausência, ok?!
Dormindo tarde e acordando cedo, prova todos os dias até o sábado!
No fim de semana prometo que leio e comento em todos os blogs...
Saudades das postagens de vocês!

Beijos, e torçam por mim para que tudo dê certo! Rs

Karlinha Ferreira

28 de set de 2010

Você

A fragilidade, a necessidade de cuidados, o olhar pedindo socorro.

Ou talvez fosse o sorriso que faz com que eu me renda. Seu toque suave...

Sua incredulidade durante todas as dicas, todos os sinais.

Seu zelo constante?

A devoção, o afeto?

A respiração e os batimentos cardíacos que mudam e faz com que os meus mudem também...

Sua prontidão em me agradar.

Seus trejeitos... Sua distração constante...

Sua suposta falta de ritmo me encanta...

Seu jeito ímpar. Seu ciúme!

Sua voz, não canso de falar da sua voz e em como ela me acalma.

Mas na realidade acredito que o que fez com que nos atraíssemos como ímã foi a urgência que tínhamos em ser felizes.

A urgência que eu via nos seus olhos e você nos meus por socorro.

Acabamos depositando um pouco da nossa esperança um no outro.

Por isso que seus braços tornam-se um lugar onde o mundo para!

Tranquilo!


Karlinha Ferreira

HOMEM SAPO!


Pessoal, faz mais ou menos um ano que isso aconteceu e havia postado no meu blog antigo antes de ser hackeado. Logo, resolvi postar novamente, pois é algo que ainda me choca muito. Rs.
Atenção: Não se deve confiar na opinião de uma mulher alcoolizada depois das 2hs da manhã.
O álcool costuma mostrar um lado das pessoas fantasioso demais, um lado mágico, onde vez por outra transformam sapos em príncipes (aí está o problema, rs...).Bem, como toda jovem normal adoro sair, conhecer gente nova e se puder dançar, eu danço e se puder beber eu bebo. Em um sábado desses sai pra dançar com alguns amigos e depois de algumas tequilas (nunca mais eu bebo), de dançar muito e sendo mais de 2hs da manhã, conheci um cidadão Ele era “O cara” (tow falando sério! “Cês nuam tem noção”), falava baixo, tinha uns 35 anos, era alto, branco, tinha um bom emprego e era solteiro (tudo que toda mulher queria), eu disse 35 anos, bom emprego e solteiro.
Daí pensei, por que não apresentá-lo a uma amiga (??), ela era show e merecia alguém assim, e ele também não fazia meu tipo (calado demais!). Ok! Pego o número dele, mando o da minha amigam, faço a propaganda dela, eles se falaram, trocaram uns torpedos, então marcamos um encontro para que fossem apresentados formalmente (hora de conhecer o homem perfeito né?).
Marcamos em um barzinho que um amigo iria cantar, assim teríamos um homem conhecido por perto caso ele fosse um psicopata (hoje não se pode confiar em ninguém né?).

O cidadão chega ao barzinho que combinamos atrasado pra começar, quando olhei, quase tinha uma crise de riso. Ele vestido com uma blusa social cinza (brilhosa), cinto preto, calça branca (nem sabia que ainda usavam) e sapato marrom (juro que pensei que ele tinha se vestido no escuro!). Mas nem tudo estava perdido, ele podia ser legal né? Tipo, a lei da compensação, “bonito, mas burro, ou feio, mas gente boa, ou estranho, mas mão aberta, cavalheiro!”
Ele não! Além de estranho era antipático, dirigia mal, tinha um penteado estranho (estilo década de 50).

Ah! Sem contar que assim que chegamos ao barzinho minha amiga foi assaltada, era uma vez cartão de crédito, celular, documentos e mais uma infinidade de coisas que só quem é mulher sabe! Quando minha amiga chega à mesa (depois de ter ido fazer o B.O.) fala: - Vocês hoje vão ter que pagar pra mim viu? Afinal fui assaltada! E solta um ar de riso. Todos: - Ok!
Relaxe! Rs...

Resultado... Pedimos algo para comer e beber. O cidadão estranho pediu um suco de laranja, (afinal ele estava dirigindo e ao menos prudente ele era), comeu conosco, conversa chata vai, olhar de que iriam me matar vem, resolvemos pedir a conta, quando a conta chegou o cidadão a segurou com toda propriedade do mundo, olhou de um lado, olhou do outro passou uns cinco minutos. Pegou a carteira tirou R$ 2,00 e do bolso da carteira tirou R$ 0,50 centavos e disse só pedi o suco de laranja.

Nos entreolhamos e finalmente uma se pronunciou: -Relaxe! Nós pagamos pode guardar seu dinheiro.
Ele: - Não, é a minha parte!
Ela: - Sério, não precisa, a gente paga!
Ele: Sério? Então ta! Ah! A carne estava sem sal. (F.D.P.)
Pegou o dinheiro e guardou. Pagamos a conta para o “homem sapo” e saímos!

Moral da história, antes de permitir que sua amiga te dê uma mãozinha, procure saber se ela havia bebido (tequila em especial), acreditem ou não, isso faz toda a diferença! Ah! Também peçam fotos! (Kkkkkkkkkkkkk nem sempre elas mentem!)

Hoje, sempre que chego numa mesa que tem vários homens conto essa história! Rs, ninguém quer ser o homem sapo!

PS: Homens, pelo amor de Deus, o máximo que se exige de uma mulher é que ela rache com vocês a conta, mas se tratando do primeiro encontro, é importante que vocês paguem! Ok? E se tratando de uma mulher que foi assaltada enquanto esperava por você é essencial e indispensável que você pague! (Deus em que mundo ele vive??)
.
.
.
Karlinha Ferreira

26 de set de 2010

Meu Níver

Não consigo dormir.

Hoje, agora, nada parece fazer sentido.

Vazio...

Solidão...

Medo...

Tristeza...

Falta...

Não consigo lembrar de mim. De quem eu costumava ser. Talvez fazer o melhor que se pode não seja o suficiente. Talvez eu não esteja com a razão. Talvez eu deva admitir que sinto mais falta do que prego. Talvez eu só esteja perdida. Gostaria que alguém me apontasse o caminho, gostaria de poder seguir esse caminho quando alguém me apontar.

Quero me encontrar. Preciso!

Hoje, preciso de esperança. Preciso de fé.

O maldito círculo parece que voltou, ando... ando... e parece que não saio de onde estou. Não consigo nem enxergar o primeiro degrau da escada. Dia 25-09 foi meu níver e de fato comemorei. Brindei. Comecei a comemorar na sexta e me estendi até o domingo (hoje). Tive momentos ótimos ao lado de pessoas que amo, mas na realidade estava com receio de ficar só, apenas comigo mesma. Agora à noite não escapei do confronto, da auto-análise, percebo que ando fazendo pouco que em um ano muita coisa mudou e nem todas foram para melhor.

Sinto falta de como eu era, da sensibilidade, da cabeça erguida, de ser melhor.

Sei que se algumas insatisfações existem e requer mudança, só eu posso fazer, mas como eu sempre digo MUDAR NÃO É FÁCIL. Penso que, se consegui me piorar, talvez eu também possa me melhorar, mesmo que aos meus olhos seja muito difícil e doloroso.

Hoje a reflexão do “meu dia” é insatisfação! Saudades de mim!

Parabéns pra mim! ^^ =/

♫ Me sinto tão só e dizem que a solidão até que me cai bem♪ (Maurício, legião urbana)

♪...Me pediram para eu ter paciência, falhei gritaram “cresça e apareça”, cresci, apareci e não vi nada aprendi o que era certo com a pessoa errada♪ (O reggae)



♪Mudaram as estações nada mudou♪

Karlinha Ferreira

21 de set de 2010

Beijo


O coração dispara...
O desejo domina...
Os olhares se cruzam...
Os lábios se encontram...

O momento para!

As borboletas no estomago...
A mente com inúmeras ideias e nenhuma ao mesmo tempo...
As sensações são quem comandam.
O silêncio domina...

Respiração ofegante!

Há coisa mais mágica que beijar?
Digo, seja um simples beijo no rosto querendo dizer “relaxa, estou aqui, ta?”, ou aquele que nos paralisa que nos vicia que faz nosso corpo esquentar.
O beijo é uma das mais lindas e gostosas demonstrações de afeto. Faz o mundo parar!
Para os românticos de plantão agradem o ser amado (vale a pena), mimem, beijem, não há nada melhor que tocar quem amamos! Dê colo! Brinque! Curta o seu amor, e beije, beije muito (morda também né? Beijo sem mordidinha não é beijo, rs)! Dizem que “beijar é bom e que ficar é moda”, de fato é, mas beijar só por beijar não vale, é pouco por que ninguém consegue te beijar como sua paixão o faz! Parece que você passou a vida inteira esperando por isso. É tranqüilo, terno... Avassalador!
O toque vem como uma recompensa!
Permita-se ser recompensada! Rs...



Karlinha Ferreira

17 de set de 2010

Ônus e Bônus



Todo mundo tem seu ônus e seu bônus... Todo relacionamento é assim!
Alguém pode mudar e se adequar a você, por você!
Alguém pode nunca mudar, mas você pode se convencer a aceitar isso...
Ou você pode mudar... Vai saber...
Quem nós somos pra tentar prever o futuro?

Não existem relacionamentos sem problemas e se hoje você achar que seu bônus supera o ônus então vá em frente.
Amanhã a gente deixa pra viver amanhã...
"Cada dia tem o seu mal", não é verdade?

O importante é que ao ponderar, o seu bônus valha a pena. Faça do ônus um detalhe.
É importante acreditar em quem você ama! Mudar não é fácil, mas as pessoas podem mudar. Algumas só não mudam por que é mais fácil continuar da forma que estão.

Corra para quem você ama nos momentos de dor e medo, são eles que vão te socorrer.



"Não há bônus sem ônus"

Provérbio Latino




P.S. Conversa com Mel. Obg viu?


Karlinha Ferreira

16 de set de 2010

Eleições


As eleições estão chegando e estou mais perdida que nunca. Saturada por assim dizer.
Moro em uma cidadezinha no interior de Pernambuco que é conhecida como “A CIDADE DOS POLÍTICOS”.

Cidade em que tem pelo menos dois deputados, cidade em que mulher já foi prefeita, a primeira do estado senão me falhe a memória. Cidade que ainda existe “monarquia” (dá pra acreditar?). A mesma família/partido no poder desde que me entendo por gente.

Sabe-se que democracia anda difícil nesse país. Que ter um candidato íntegro. Alguém em quem possamos confiar para votar. Os que todos conhecem e que já tiveram oportunidade deixaram a desejar, outros que até gostaríamos de ver atuando nunca chegaram a ganhar.

Ás vezes me pergunto para quê votar? Todos parecem ter uma parceria uns com os outros, que estão unidos, e a única preocupação de quem está no poder são seus próprios interesses. Não vejo mudança. Não vejo melhora. Nem meu otimismo é capaz de olhar para toda essa politicagem com bons olhos.

Os verdadeiros interesses sociais, educação, saúde, emprego e moradia ainda são fatos distantes. Leis que sejam voltadas para punir quem de fato merece e que alcance a maioria e não só 6% da nação. A sociedade está cansada de tanta sujeira, escândalo mais escândalo, conta-se nos dedos os que não estão envolvidos em algum acontecimento vergonhoso.

O país está assim, as pessoas cada dia com menos senso crítico, pois nos querem pensando igual sem questionar (deve ser mais fácil nos controlar), sem esperança e dia pós dia se acostumando mais com a deslealdade de “nossos líderes”. Só precisam da gente um dia, no dia da eleição, depois viramos estatística. Somos só mais 100.000 jovens sem empregos, ou mais 5.000 crianças sem escola na cidade tal.

Precisamos de líderes que de fato se preocupem com algo além do seu próprio umbigo, dentre essa infinidade de candidatos, temos que tentar encontrar alguém que tenha interesse real em melhorar a situação. O Brasil clama por mudança! O país está cansado da política PÃO E CIRCO!

Não há música que descreva melhor a situação do Brasil que “PERFEIÇÃO (Legião Urbana)”



♫ Vamos celebrar A estupidez do povo Nossa polícia e televisão
Vamos celebrar nosso governo E nosso estado que não é nação...
Celebrar a juventude sem escolas As crianças mortas Celebrar nossa desunião...
Vamos festejar a violência E esquecer a nossa gente Que trabalhou honestamente
A vida inteira E agora não tem mais Direito a nada... ♫ (Perfeição, Legião Urbana)


Karlinha Ferreira

14 de set de 2010

FALLING FOR YOU


Estar frente ao ser amado é energizante, empolgante, desconcertante. Tem algo que nos deixe mais nervosos?
Nem em uma entrevista de emprego trememos tanto.
Existem pessoas que só de nos olhar nos paralisam, imobilizam nosso corpo.
Nossa! Havia pelo menos mil coisas legais que eu queria dizer. Por que não consigo falar? Por que as palavras não saem da minha boca? Lá de frente á meu espelho era mais fácil. Gostaria de tirar esse sorriso bobo do rosto, também adoraria parar de mexer com esses mil e quinhentos objetos que pego a cada cinco segundos para disfarçar. Disfarçar? Disfarçar eu disse? Não tem como, há quem não perceba que estou jogada a seus pés? Existe um sequer que não note que sou melhor ao seu lado?
É, também acho que não.
Gosto da forma como me olha, do jeito de perceber que estou te olhando e mesmo assim fingir que não ver. Gosto do seu sorriso, ele simplesmente me fascina. É involuntário! Você não força nada, só é o que é assim, sem subterfúgios.
Amo o tom da sua voz e a forma que me trata.
Gosto de está ao seu lado e da paz que me traz...


♫ I can't stop thinking about it
I want you all around me
And now I just can't hide it
I think I'm fallin' for you ♪ (FALLING FOR YOU - COLBIE CAILLAT)
.
.
.
P.S. O último post não foi feito com a intenção de ferir a crença de ninguém, foi só algo que de fato aconteceu e julguei interessante postar. Relaxem. Beijo


Karlinha Ferreira

12 de set de 2010

Ironia


Uma amiga me liga antes de dormir: - Karlinha, se você encontrar com Jesus no seu sonho, fala pra Ele que estou precisando bater um papinho com Ele, ok?

Eu: - OK! Quer que eu coloque esse aviso no orkut também, daí facilita caso alguma outra pessoa O encontre primeiro. Rs...

Amiga: Não engraçadinha! Rs...

No outro dia pela manhã o dono da farmácia ao lado do escritório em que eu trabalho diz: - Maga, já fosse lá em Jesus? Conheces?

Eu: - Não, onde posso encontra-Lo?

Dono da Farmácia: Pedra do Bico Pirauá, Bar e restaurante do Jesus. A comida dele é ótima e ainda tem uma cervejinha de quebra.

Eu: Rs... Ok...

Eu - Amiga, encontrei “Jesus”!

Amiga: - Onde?

Eu: - Pedra do Bico Pirauá, Bar e restaurante do Jesus. Dizem comida dele é ótima e ainda tem uma cervejinha de quebra.
Amiga:- kkkkkkkkkkkkk
.
.
Karlinha Ferreira

9 de set de 2010

...!



Todos vivem em busca de algo. Há quem diga que é sucesso ou dinheiro. Verdade é que, todos buscam AMOR. Um grande amor.

Há quem sugira que romantismo é algo démodé, mas não conheço uma só pessoa que não sonha com a contrapartida do retorno. Amar e ser amado. Giramos em torno disso, o que está fora são apenas referências para tornar nossas vidas melhores e mais saudáveis. Bom salário, boas músicas. Referencias, apenas referencias.

Diferença faz em você ter com quem contar, em ser dois contra o mundo. Em expor os medos, assumir os erros, em ser consolado. Existe alguém que não sonhe com compreensão e atenção?
Não entendo sinceramente o porquê de o mundo andar assim. As pessoas dia pós dia estão mais infelizes. Comprometem-se menos com o próprio coração. É só se dar uma chance!

Temos urgência em sermos felizes. Temos urgência em preencher os espaços em nossos corações. Essa urgência é imposta pela vida, a cada dia ela nos lembra o quão solitários somos e que cada dia que passa não volta, é uma chance que perdemos.

Bom é amar, amar só por amar. Se irritar. Se desculpar. Sorrir junto. Ser criança na companhia de quem não rejeitou o nosso sentimento, ou que teve paciência para nos conquistar.

Acredito que todos nós sonhamos em ouvir de alguém a frase “quero ficar só com você!”, que alguém queira estar só conosco. E acredito que esse dia chegará para todos. Acreditar já é ter um começo, não é? Mesmo que tudo leve a pensarmos o contrário.
.
.
.

♪ Quem vai te abraçar? Me fala quem vai te socorrer... Quando chover e acabar a luz... Pra quem você vai correr? E quem vai me levar... Entre as estrelas, quem vai fazer...Toda manhã me cobrir de luz?...Quem, além de você? ♫ (Quem além de você, Leoni)
.
.

Karlinha Ferreira

2 de set de 2010

Ânimo


É complicado que pessoas tão fortes, tão humanas fiquem tão desesperançadas. A vida tende a nos pregar algumas peças, coisas que realmente não entendemos. Por que pessoas boas sofrem tanto?

Existem milhares de pessoas fazendo coisas más ou coisas boas com as motivações erradas e o universo não responde na mesma medida, não se porta como espelho. E ás vezes aquela pessoa que tenta manter-se fiel, integra, acaba por passar por sofrimentos descomunais. Nenhuma área da vida parece compensar.

Dói ver coisas assim acontecendo. Há pessoas que merecem apenas o melhor, já carregam o mundo nas costas há tanto tempo que parece ser hora de alguém retribuir. De algo vir como uma recompensa.

As coisas irão acontecer. Alguém irá tratar essas pessoas como elas merecem ser tratadas. O mundo começará a girar no sentido certo, da forma certa. Os sonhos dessas pessoas não podem morrer. Algo precisa mudar. E preciso crê nisso.

Precisamos crer que ser bom vale a pena! Que por mais árduo que seja o caminho, agir bem é o melhor, que mesmo que tudo pareça contrário você não pode se contaminar, pois você não sabe quantas vidas dependem da sua vida para não entrarem em ruinas. Ás vezes você tem um peso tão grande na vida de alguém e pode nem saber disso. Sei que é complicado permanecer por amor a terceiros. Mas esse amor também pode ajudar a renovar suas forças, dar-lhe ânimo para continuar até que o que mais almejas aconteça.

A felicidade voltará. Se ela nunca chegou, ela chegará! Temos que manter nossas melhores energias. Temos que permanecer, apenas permanecer!

♫ Há um lugar Pra chegar Há uma ponte Que te levará Pro outro lado Há um sonho, uma voz Dizendo: "os teus sonhos também são meus "Vou te levar,te conduzir E quando você alcançarSaberás que em todo tempoEu estive ao teu lado ♪ (Sonhos, Chris Duran)
.
.

Karlinha Ferreira

31 de ago de 2010

Porção de coisas


♪ Eu tenho uma porção de coisas grandes para conquistar e não posso ficar aqui parado♫

Precisamos urgentemente sair do estado de inércia!
As coisas precisam acontecer na nossa vida e precisamos correr atrás. Ninguém vai conquistar o mundo pra nós. Há amores a serem conquistados e você não irá conhecê-los se ficar trancado em casa. Há sucesso esperando por você, mas é preciso que você se empenhe. Há paz a sua espera que só basta uma atitude para mudar tudo, afastar a magoa e a paz voltará a fazer parte da sua vida.

São uma porção de coisas para conquistar e nós não podemos ficar aqui parado! O mundo está aí, aguardando alguém para conquistá-lo, para mudá-lo. Mas ele não pára para que nos consertemos, para que sejamos curados.

Quando a dor for muito grande, apegue-se a sua paixão. Ela vai te curar. Ela tem esse poder. Quando falo em paixão nem sempre é uma pessoa, mas sim um sonho, um ideal aquilo que faz sua vida se mover. Dar espaço a nossos sonhos, dedicar tempo a eles.

Faça o que precisa ser feito, mude, inove, perdoe só não fique parado. A vida passa muito rápido! Não podemos perder tempo estando inertes. Somos o que queremos ser desde que nos movamos e lutemos para tornar nossa crença em um fato.

A caminhada muitas vezes será árdua e em muitos momentos estaremos sós. Mas talvez esse seja o preço a pagar pela realização de um sonho.

É, hoje acordei assim, querendo conquistar o mundo. Querendo tornar fato os meus anseios, os meus desejos. Querendo ver quem eu amo lutar também. Isso talvez seja mérito de uma amiga que passou o fim de semana inteiro martelando na minha cabeça
“Karlinha, já dizia a música ♫ a gente tem uma porção de coisas grandes para conquistar e não podemos ficar aqui paradas ♪ ” E não é que Mel tinha razão? Ela sempre tem! Rs,



Karlinha Ferreira

30 de ago de 2010

Escolhas


♪Se a vida não é do jeito que cê quis a idéia é procurar o que te deixa feliz♫



Todas as escolhas que fazemos hoje terão repercussões em nossas vidas. Jamais saberemos o que iria nos acontecer se tivéssemos escolhido algo diferente do que escolhemos. O mais importante sobre as escolhas é você sempre optar pelo que te faz feliz. A felicidade no sentido amplo, aquela que te dá paz, e não apenas a palavra convencional.

Nem sempre somos entendidos da formas que gostaríamos de ser, quando fazemos determinadas escolhas. Mas a vida é feita de escolhas e há coisas que ninguém pode fazer por você. Pra tudo há um preço a ser pago, então temos que procurar o que nosso coração julga valer a pena e nos esforçar ao máximo para que as nossas escolhas dêem bons resultados, e torcer para que tenham sido as certas.

Sempre podemos fazer um novo começo. Se algo não está dando certo para um pouco a caminhada, e muda a direção. Não falo da simples busca do prazer, mas de paz, de plenitude. Por que continuar andando em círculos se temos a liberdade de escolher.

O universo sempre retribui o que você dá pra ele, suas ações, seus pensamentos. Logo, faça o melhor que pode, pense nas melhores coisas. Vida a gente só tem uma e é curta demais para ser desperdiçada com mesquinhez. Com preconceitos.

Todo mundo só tenta ser o melhor que pode. E todos buscam algo em comum: felicidade, paz! Cada um tenta chegar lá como pode, o importante é não passar por cima de ninguém, e nem ser desleal consigo mesmo nem com seus sentimentos.


Karlinha Ferreira

27 de ago de 2010

INVENCÍVEL


Desde a noite que sobre mim se abate,
Negra como seu insondável abismo,
Agradeço aos deuses se existem,
Por minha alma invencível,
Caído nas garras da circunstância,
Nada me faz chorar nem pestanejar,
Minha cabeça ensangüentada segue erguida,
Mais além deste lugar de lágrimas e ira,
Jazem os horrores da sombra,
Mas a ameaça dos anos,
Encontra-me, e me encontrará, sem medo.
Não importa quão estreito seja o caminho,
Quão carregada de castigo a sentença.
Sou o senhor do meu destino;
Sou capitão da minha alma.

Sir William Ernest
Henley (1849-1903).
P.S. Adoro esse texto! Perfeito!
Sou bastante apegada a ele. Rs

24 de ago de 2010

Você pode!



Encontrei uma amiga um dia desses e estavámos comentando sobre o comportamento da “meninada” de hoje. Ficamos tristes e perplexas!

Recordávamos que no ano de 99 no início da nossa adolescência, vivíamos para o esporte. O basquete era nossa vida, torneios, treinos... Outra coisa que nos fascinava era a nossa própria turma, como toda boa turma era proporcional o número de meninas e meninos, time de basquete feminino e time de basquete masculino. Adorávamos fazer reuniões pra ouvir os cantores ou bandas do momento “backstreet boys”, “britney spears”, “'N Sync” “Five”, “spice girl” “Christina Aguleira” (hoje, enlatados, na época era o máximo), eu e um amigo éramos alucinados por Legião urbana (e isso não mudou, não é Fal?! Rs...).

Hoje a garotada não conversa, não brinca, não entende que respeito é essencial, só pensam em sexo. Sexualidade é algo complicado para os adultos imagine o que se passa na cabeça dessa criançada. Não aprendem nem a conversar, não sabem ouvir, não sabem chegar a outro coração e já acham que estão prontos para dá início a vida sexual. O pior é que são as motivações erradas, e em geral com as pessoas erradas. Fico triste por ver “crianças” que eu aprendi a amar perdidas em meio a essas “paixões”.

A motivação para fazer algo é o que em muitos casos distingue o que é bom do que é ruim. As pessoas estão esquecendo do encanto, da magia, esquece-se que sexo é só complemento. Cadê a paixão? Cadê o zelo? Quando se gosta de alguém o ideal é zelar pela imagem do ser amado. O ideal é não prejudicar nem expor quem declaramos gostar. As coisas estão tão sérias que nem de papo precisam. Fico triste ao ver crianças pulando as fases das suas vidas saindo da infância e indo direto para fase adulta, isso sem nenhum preparo, sei que mais na frente irão se arrepender.

Infelizmente, ás vezes não fazemos as melhores escolhas e acreditamos que não tem mais volta. Que teremos que viver daquele jeito a vida toda, mas nunca é tarde para mudar, nunca é tarde para ser alguém melhor, respeito é algo que podemos conquistar. Não temos a obrigação de viver no erro a vida inteira. Somos livres para mudar, embora que essa mudança venha a doer. Tentar ser quem você quer ser ainda é o melhor a se fazer. Faça sempre o melhor que pode! Jamais se contente em apenas responder as expectativas das pessoas para com a sua vida, a vida é sua, as escolhas são suas. Rótulos são só rótulos, são apenas o que algumas pessoas pensam de você, com o tempo consegue-se apagar ou reedita-los. Tudo dependerá da postura que você tomar hoje!

Na sua caminhada você encontrará alguém que estará disposto a te ajudar. Abra os olhos e dê oportunidade a quem tem algo a acrescentar. Ouvir alguém mais experiente também ajuda em nosso processo de crescimento. Seja melhor! Não se conforme com pouco! Você é mais do que aparenta, sempre somos! Uma nova caminhada pode começar agora!
.
.
.
♪É preciso saber viver♫
(Titãs)
Karlinha Ferreira

17 de ago de 2010

Tem coisa melhor?


♫ Pode me tirar tudo que tenho, só não pode me tirar as coisas boas por que eu já fiz pra quem eu amo ♪

O mundo dá voltas e tudo que esperamos é que ele nos conduza até um outro coração que tenha as mesmas pretensões que temos: ser dois!

Não tem coisa que me deixa mais feliz que ver e estar apaixonada... Adoro ver as pessoas que notam o mundo mais colorido, que sentem que as coisas podem melhorar e sua esperança é renovada de tamanha forma que esses apaixonados querem ser parte da mudança.

Adoro quando as pessoas estão tão felizes que a vontade que elas teem é gritar para o mundo e anunciar com um único brado o quão felizes estão. Tem coisa melhor que amar? Tem coisa melhor que está na mesma freqüência que o ser amado? Também acho que não.

O amor transforma as pessoas, faz com que cada um queira ser o melhor que pode. Não apenas por querer ser um ser humano melhor, mas por que a pessoa que fez com que ele voltasse a ter fé merece, merece todo seu esforço, toda sua dedicação. E consequentemente seu crescimento, sua busca por ser melhor atinge todos que lhe circundam.

A vontade de esta perto, o querer cuidar, a vontade de tomar para si tudo que vai afetar o ser amado. Na realidade se pudéssemos manteríamos nosso “amor” numa bolha para que nada pudesse tocá-lo, para que ninguém tirasse o sorriso que consegue nos render, que consegue de nós tudo que quer, pois vê-lo sorrir faz com que o mundo gire mais devagar.

Há quem diga que o amor, a paixão são ilusões! Se forem, quero morrer iludida. Quero passar a vida buscando ser melhor pra alguém que não esquece de corresponder nem de me amar de volta. Quero dá o meu melhor, expor minhas fragilidades para alguém que de fato se importe. Que me enxergue melhor do que sou. Acho que esse é o grande segredo dos enamorados, enxergar o outro não como ele é, mas conseguem ver o melhor que ele pode ser, e acreditam tão fortemente nisso que acabam contagiando o ser amado.

Desejo apenas que todos tenham a quem amar!
O amor transforma e melhora infinitamente alguém.
Karlinha Ferreira

9 de ago de 2010

Difícil


Abrir o coração por mais difícil que seja, é necessário.
Esse esforço aproxima os corações. Você consegue se curar mais rápido quando compartilha sua dor e incertezas.

Temos que zelar pelas pessoas que tornam nossa vida mais leve, menos árdua. Dá certo crédito, permitir que as pessoas que amamos entrem. Elas ja nos deixaram fazer parte da vida delas. E talvez saibam até melhor que nós mesmos, que mudar nem sempre é fácil, mas ajuda quando as pessoas nos deixam entrar. Não devemos viver nossa vida sozinho.

Ás vezes queremos tanto que algo dê certo que acabamos não conseguindo ver onde estamos errando é necessário que alguém nos aponte a falha para que possamos corrigi-la.
É interessante que nossa audiência na vida seja direcionada para as coisas boas que temos família, amor, amigos. Não vale a pena alimentar as coisas ruins que existem, caso contrário não teremos força para lutar.

O mal no mundo sempre irá existir, mas vez por outra temos que fazer o que é justo só por amor à justiça. Embora que não sejamos reconhecidos por aquele ato. Tentar ser apenas justo. Ser só por ser.

Procurar sempre agir bem de forma justa, mesmo sabendo que é complicado, e muito doloroso passar por cima do orgulho e da mágoa que carregamos. O tempo se encarregará de nos curar.
O bem é sempre o melhor caminho, embora que por frações de segundo duvidemos!
Cedo ou tarde o universo retribuirá!


“Faço o que é justo por amor à justiça, e não por medo do céu ou inferno”.
(Eça de Queirós ,“Os Maias”)
Karlinha Ferreira

6 de ago de 2010

O mundo anda tão complicado



Não sei o que anda acontecendo com o mundo. Não entendo o porquê de ser tão difícil se relacionar, confiar, sonhar.

As pessoas ao longo dos dias fazem de tudo para conseguir o que se quer, não se preocupam com o mal que vão causar, em como o outro vai se sentir, querem apenas saciar seu desejo de ter.
Não sei se o mal-estar é causado por uma atitude isolada provindo de alguém que deveria renovar nossa esperança, ou se é o saturamento de uma rotina que perdura no decorrer dos anos e que nunca muda.

Permitir que alguém entre em nossas vidas nem sempre é fácil. Entremear um estranho aos nossos sentimentos e fragilidades é difícil. Mas tarefa maior que esta é encontrar alguém que tenha interesse de querer entrar e que queira permanecer.

Tem muita coisa acontecendo no mundo, guerras, fomes, pestes, porém a maior batalha que percebo é a que lutamos contra nossa insatisfação e inércia. Por que nem tudo depende apenas da nós, há detalhes que nos tornariam mais felizes que só podemos alcançar com ajuda do outro. De uma segunda pessoa. E talvez essa seja a grande dificuldade. Nem todos querem se envolver. Ninguém tem responsabilidades com as nossas insatisfações. O bom seria que ao menos um se importasse. Quisesse nos apresentar ao outro lado. Ao lado de "lá", por que do lado de "cá" ja sabemos o que tem. Não é muito divertido. Na realidade ás vezes chega a ser penoso.

Como boa otimista que sou, acredito que em algum momento está caminhada vai ficar mais fácil. Que confiar e contrabalançar os efeitos do desanimo e da decepção será algo comum de se fazer. E que todos ficaremos bem. Alcançaremos a mudança, ou ela nos alcançará e iremos percebê-la quando acontecer.
.
.
Jonh Steinbek escreveu uma vez: " A mudança vem com um pequeno vento que agita as cortinas no amanhecer, e vem como o discreto perfume das flores selvagens escondidas na grama..."


Karlinha Ferreira

3 de ago de 2010

Tchau...


É parece que se relacionar sempre será algo difícil de fazer.
Nada que você faça parece ser o suficiente...
Até quem aparenta paixão, desejo, devoção não está disposto a perseverar,
o que teremos que fazer, pergunto.
Meus pensamentos são poucos?
Meus cuidados são poucos?
Preferes se apegar a um mal entendido?
Que posso fazer se não queres um comprometimento, se não queres me dá
o que prometestes...?
“Boba”, agora entendi o porquê de chamares assim. De fato vejo que fui.
Saibas que me proporcionastes os melhores momentos que tive em anos...
Obrigada!
Se um dia não mais nos tocarmos saibas que te adoro, e do meu jeito me apaixonei!
Karlinha Ferreira

2 de ago de 2010

Você sente?


O mundo tende a parar quando você me toca...
Por que o tempo, esse cruel tempo insiste em passar?
Gosto da forma como contornas meu rosto com teus beijos,
o modo delicado como contorna meus lábios com os teus...
Sinto-me segura e completa...
Sinto-me de alguém... E quanto tempo faz que não sou de ninguém?
Nem mesmo sou minha por assim dizer.
A forma como me tratas é simplesmente ímpar, nunca fui tratada tão bem...
Nunca houve tantos cuidados. Isso é real? Ás vezes me pergunto.
Adoro a forma como reages a mim, meio que sem jeito, vez por outra com pavor,
medo talvez de esta fazendo algo errado, de estar decepcionando de alguma forma...
Vibro quando mudas a respiração pelo fato de estar mais próximo a mim.
Fica inebriado e me inebrio junto a ti...
Gosto do gosto do teu beijo e da forma que tocas meu corpo...
Sem dúvidas amo a forma como funcionamos juntos...
Mesma freqüência, é o que te digo... Estamos na mesma freqüência!
Pergunta-me o que vi em ti?
Respondo-te, alguém que soube me tratar de um jeito que só acontecia nos meus sonhos...
Será que você sente?
Será que percebes que pouco a pouco vais ganhando meu coração?
Consegues sentir isso?


Karlinha Ferreira

28 de jul de 2010

Mistério


Perguntas-me o que sinto?
Como poderei definir em palavras o que sinto?
Como posso descrever essas inúmeras sensações?
Sei apenas que tua presença me torna plena, que esse estar perto me completa, que o simples tom da sua voz torna o mundo um lugar mais tranqüilo, e as coisas ao meu redor melhores...
Mas você não percebe...

Parece não querer acreditar no que sinto, me perguntas agora “o que queres de mim?”.
O que quero de ti? Simplesmente saber que você está aí, saber que meu porto ainda existe... Você é o meu cais, o leme e a vela que me impedem de ficar o tempo todo a deriva...

Mas não posso ser sincera com esse sentimento, não posso dar espaço a esta voz.
Como posso saber se é o que também queres? Como posso saber se não vais embora depois que eu ceder? Ás vezes a ideia, o sonho, o projeto torna-se perfeito justamente por isso, por não invadir a realidade, por ficar no reino da fantasia, onde tudo é perfeito.
Onde tudo e todos reagem a nós da forma que esperamos, e não que tememos, onde a reciprocidade de fato acontece...

Como podes perguntar tanto de mim se sempre reprimes a ti?
Como podes dizer que estou confusa se rejeitas o que sentes?
E como posso confiar no que sentes se nem tu aceitas?
Talvez não adiante lutar contra algumas coisas, talvez você esteja com a razão.

Por hora sei que gostaria de tocar, mesmo que isso pra ti não significasse muito...
Hoje queria te olhar e não falar nada...
Nesta noite ainda queria simplesmente a energia que nos agita e nos acalma sem o mundo perceber...
Neste momento, neste exato momento, queria você aqui...
Onde estais ó mistério meu?
És mistério agora até pra mim?




Karlinha Ferreira

23 de jul de 2010

Se permitir...


Ás vezes é preciso certo tempo para que as idéias se organizem.
É importante saber o que quer, por que se quer e quando se quer, para que as pessoas não se machuquem.

Fato é que algumas pessoas nos fazem um bem fora do comum. Tratam-nos como gostamos de ser tratadas, se preocupam, são atenciosas, nos fascinam, são gentis (e como é difícil ver gentileza nos dias de hoje!).

Gosto de determinadas sensações, do friozinho na barriga, do suspense antes de encontrar com alguém, dos toques discretos ao entregar um ou outro objeto, do pensamento constante, do querer ver bem, da liberdade que se tem para fantasiar... Indicam que eu ainda estou viva e que por mais complicada que a vida seja ela ainda nos presenteia com algumas pessoas (certas ou não, mas que se fazem com que nos sintamos assim, algum crédito tem que ser dado)...

Embora que junto com essas pessoas venha confusão, fascínio, medo, admiração, loucura e que tudo pareça meio que surreal... Parece valer a pena abrir a cabeça, julgar menos, e apenas se deixar levar essas pessoas parecem tornar nossas vidas melhores...
O tempo é o senhor dos resultados, ele, tão somente ele irá determinar o curso dos riscos e das oportunidades, o que nos resta é torcer para que o melhor aconteça sempre...

Karlinha Ferreira

20 de jul de 2010

Feliz dia do amigo!

BONS AMIGOS
Abençoados os que possuem amigos,
os que os têm sem pedir.
Porque amigo não se pede, não se compra, nem se vende.
Amigo a gente sente!
Benditos os que sofrem por amigos, os que falam com o olhar.
Porque amigo não se cala, não questiona, nem se rende.
Amigo a gente entende!
Benditos os que guardam amigos, os que entregam o ombro pra chorar.
Porque amigo sofre e chora.
Amigo não tem hora pra consolar!
Benditos sejam os amigos que acreditam na tua verdade ou te apontam a realidade.
Porque amigo é a direção.
Amigo é a base quando falta o chão!
Benditos sejam todos os amigos de raízes, verdadeiros.
Porque amigos são herdeiros da real sagacidade.
Ter amigos é a melhor cumplicidade!
Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinho,
Há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas!

Machado de Assis

"Feliz dia do amigo a todos!"
Louvo a Deus Pelos meus!

16 de jul de 2010

Alguém sabe o que é ou entende?


Insegurança...
Confusão...
Medo...
Desejo...
Raiva...
Conflito...
Solidão...
*Escolha!

Existe um lugar no mundo para todos?
Karlinha Ferreira

9 de jul de 2010

Bolha


Acordei hoje de bom humor, o que é um milagre nesses últimos meses!
Levantei mais esperançosa, mais crédula, mais viva!
Ontem estava um tanto agitada com alguns questionamentos, mas como a noite em geral me faz bem, a de ontem não poderia ter sido diferente, renovou minhas forças. Trouxe-me esperança!
Penso que as coisas podem dar certo!
Que as pessoas ruins terão sua punição...
Que as boas encontrarão seu lugar no mundo...
Que os solitários encontrem um ao outro, e serão dois...
Que as amizades serão eternas...
Que o sexo será apenas complemento para o amor...
Que o amor existe!
Que se doar é um risco, mas que traz benefícios!
Que a verdade sempre prevalece...
Que conquistar os sonhos é questão de tempo!
Que sentir nem sempre é responsabilidade sua, que às vezes você está inebriado por um sentimento que jamais saberá explicar (e não tem a menor idéia do que fazer com ele, mas sabe que o que está sentindo é bom)...
Que se alguém te deixa confortável e inquieta ao mesmo tempo merece uma atenção a mais.
E que a vida apesar de confusa, de difícil, solitária, é um estágio que terá repercussões no próximo lugar que você irá. Agir bem é uma boa!
Viu? O (no meu) mundo hoje está um lugar bem melhor de se viver, valores ainda existem, sentimentos... Só espero que ninguém estoure minha bolha de sabão! Rs...

Karlinha Ferreira

?


Solidão = inteligência
Futilidade = companhia
Lealdade = desconfiança
Sonhos = distância
Paixão = ilicitude
O melhor = nada

O mundo gira e coloca tudo no lugar!

Karlinha Ferreira

30 de jun de 2010

Noite!


Há quem diga que durante a noite tudo piora. As dores, as confusões, a solidão.
Sinto o oposto! Sinto que o dia que foi insuportável chegou ao fim e que continuo viva. Sinto que no silêncio quando todos dormem, ou ao menos se calam, é mais fácil sermos nós mesmos.
A noite me traz paz! Gosto do anonimato peculiar à noite!

Gosto do silêncio e da solidão! Gosto de estar apenas comigo mesma, ao menos algumas horas por dia! Ás vezes alguns minutos, alguns instantes, mas naquele momento ninguém me alcança, sinto-me entorpecida, é inebriante! Como se existisse um anjo específico para a noite onde eu pudesse ser quem sou!

Permito-me lembrar dos meus amores! Dos meus erros! Dos pecados que já desejei cometer e como arquitetava cada um deles! Das loucuras que nunca ousei fazer!
Se a noite for acompanhada por uma lua que nos sorrir, que é testemunha da minha insanidade, da minha solidão. Tudo melhora, tudo se encaixa! O cenário fica completo!
A noite é romântica, é poética!
Na noite tudo se completa, minha esperança é renovada a cada noite, não fosse por ela não teria forças para encarar o dia!

Choro durante horas no silêncio! Tenho sonhos que parece durar uma eternidade!
Uma liberdade gritante!
Parece surreal, mas é assim que vejo a noite...
Tranquila, misteriosa, solitária e minha!!



Karlinha Ferreira