18 de out de 2011

Ensandecer


Tenho sentimentos, sensações que não obedecem a razão.
Esses sentimentos cortam a alma, ensandecem meu ser...
E por um instante não domino as diversas sensações que me invadem...
E esse momento para...
 Estaciona...
E então... Passa.
Demora minutos ou um dia inteiro, dotado de melancolia e necessitando de respostas.
Mas o instante passa, e algo volta a me atingir, e a normalidade tenta me alcançar.
[Respiro...]


Karlinha Ferreira

7 comentários:

  1. Sim, sempre existe alguma calmaria no meio do caos, graças a Deus!

    Um beijo, Karlinha!

    ResponderExcluir
  2. Tudo é um ciclo e será sentido de novo. Pode apostar.

    ResponderExcluir
  3. Também gostei do seu blog e tow seguindo também :)
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Respira, moça, respira devagar, prestando atenção, só assim você irá se distrair, preocupada com o respirar. E então as coisas acontecem, as boas.

    Beijos.

    Suzana/LILY

    ResponderExcluir
  5. Cada poema melhor do que o outro.
    Meus parabéns, Karlota!!!!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. wow. tal e qual estou a sentir.me agora. sem respostas e tentando respirar para poder enfrentar o que vem a seguir.

    ResponderExcluir
  7. a desilusão é o melhor caminho para o crescimento pois é a desilusão que nos tira o medo de morrer um abraço. ANDRE

    ResponderExcluir