1 de dez de 2009

Feriadão



Depois de um fim de semana agitado e tenso, a recompensa veio.
Mar, praia, alívio, Ice, 1kg a mais.
Sair com amigos é sempre bom, você não precisa mentir, nem fingir nada, quando você está entre amigos, você está seguro e acaba aprendendo um monte de coisas novas.
Aprendi que não morro se determinadas pessoas ficarem longe, e que o mundo também não cai na minha cabeça se não as ver.
Aprendi também que o sim nem sempre é dado com um sim, que um “melhor não”, também é uma resposta positiva. (Rs...).
Aprendi que um congresso de Direito Civil pode ser bastante produtivo...
Que mesmo quando são eles que marcam o encontro tendem a furar, que não sei o que seria de nós se certas pessoas imaginassem como lembramos delas e como elas fazem com que nossas vidas sejam bem mais divertidas (né Tôzinho? Rs...).
Aprendi que o bom da festa é esperar por ela, que a expectativa e os planos, embora que alguns tenhamos total certeza que é meio que impossível se tornar realidade a nosso modo faz com que fujamos da realidade e nos sintamos melhor. Sonhar faz muito bem (né Tôzinho? Rs...).
Aprendi também que um belo par de pernas no final o passeio e de sunga faz toda diferença.
Que pagar para um homem nem sempre é ruim (desde que ele possua pernas maravilhosas e um peito altamente sugestivo, uiiiii).
Que preciso de um celular decente e com câmera o mais rápido possível.
Que algumas verdades depois de um tempo já não machucam tanto quanto antes.
E que da próxima vez que você desconfiar que sua amiga será paquerada por um par de pernas maravilhoso dê mais amendoim a ela ( amendoim nunca é demais, Rs...).
Que por mais incrível que pareça depois de um tempo conseguimos rir das piores situações (espero conseguir também).
Que praia engorda com ou sem Jorge (a culpa não é só sua viu?).
Ah! Aprendi também que Ice nunca é demais, e que três caixas são sempre melhor que duas (hehehe).
Que a skol de 1l é melhor q a de 650ml (Rs...).


PS: música do fds...

Sereia
Lulu Santos

Clara como a luz do solClareira luminosaNessa escuridãoBela como a luz da luaEstrela do orienteNesses mares do sulClareira azul no céuNa paisagemSerá magia, miragem, milagreSerá mistério!...(2x)
Prateando horizontesBrilham rios, fontesNuma cascata de luzNo espelho dessas águasVejo a face luminosa do amorAs ondas vão e vemE vão e são como o tempo...
Luz do divinal quererSeria uma sereiaOu seria sóDelírio tropical, fantasiaOu será, um sonho de criançaSob o sol da manhã...
Clara como a luz do solClareira luminosaNessa escuridão, hum! hum!Bela como a luz da luaEstrela do orienteNesses mares do sulClareira azul no céuNa paisagemSerá magia, miragem, milagreSerá mistério!...
Prateando horizontesBrilham rios, fontesNuma cascata de luzNo espelho dessas águasVejo a face luminosa do amorAs ondas vão e vemE vão e são como o tempo...
Luz do divinal quererSeria uma sereiaOu seria sóDelírio tropical, fantasiaOu será, um sonho de criançaSob o sol da manhã...

PS2: Também marcou o retorno do fds.
É mais um dia sem você se passou
E tudo está diferente de como eu imaginei que fosse estar
O céu não caiu na minha cabeça
O chão não se abriu pra me engolir
É mais um dia se passou
E você não é mais tão importante
Talvez nunca tenha sido
Talvez tenha sido obra da minha imaginação
Eu destruí tudo
Toda lembrança de você acabou
E hoje é só mágoa
Por que você não soube valorizar o que eu fiz por você
Mais um dia vo te reecontrar.
Talvez o céu ja tenha caído
Ou o tenha se aberto uma cratera
Mais eu estarei de pé
E vou ver de cabeça erguida
Que valeu a pena ter destruído minhas lembranças
Talves eu não precise delas
Talvez por elas eu tenha escrito isso.
(Eduardo Matos)

Karlinha Ferreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário