30 de dez de 2009

Culpa


Há dias que temos a impressão de que perdemos o rumo. A pessoa que pretendíamos ser parece se distanciar mais e mais. E passamos a agir como alguém que não conhecemos, que sinceramente, nem gostaríamos de conhecer, essa forma de agir nos constrange.
Talvez isso seja conseqüência de uma sucessão de erros. De algumas decisões que foram tomadas, e que acabamos nos perdendo no caminho.
A culpa, a sensação de impotência nos perturba, atormenta, não temos aquela força, aquela ousadia que era peculiar a nossa personalidade.

Não há lágrimas piores que as de arrependimento. Parece que não secam.
Vi ontem em um filme que “cada minuto que passa é uma chance para mudar tudo”, e é verdade. Temos a chance de encontrar aquela pessoa que éramos que nos fazia bem e que nos orgulhávamos de ser, alguém sem reservas.
Depois do erro existem sempre duas opções, se arrepender e mudar ou permanecer e permitir que esse erro acabe por fazer parte da nossa personalidade.
Quando nos encontramos sem rumo, com total ausência de consolo, surgem alguns “anjos” para nos guiar, aconselhar e ouvir sem julgar. Essas pessoas (acreditem ou não) têm o poder de nos mudar, simplesmente por que acreditam em nós, acreditam no melhor que podemos ser algumas vezes nem nós mesmos cremos tanto, mas elas crêem. Isso basta!
Então criamos força para prosseguir, ainda cambaleando, mas conseguimos nos erguer pouco a pouco e a pessoa que talvez nem lembrássemos mais de como era parece voltar a controlar, a ter voz. E ficamos felizes, radiantes. A pessoa que talvez só estivesse projetada em nossas mentes é real, ela existe e podemos ser. Alguém já havia visto antes de nós.
Aquele peso que carregávamos, parece esta ficando mais leve! Só fica a vontade de que tudo isso não mais se repita que essa sensação horrível não volte, e que não venhamos a sabotar nós mesmos, pois a vida já se encarrega de algumas armadilhas ela não precisa da nossa ajuda.

"O homem superior atribui a culpa a si próprio; o homem comum aos outros."
(Confúcio)

Karlinha Ferreira

4 comentários:

  1. Esse texto traduz o q vai em meu ser ,espero como ele mesmo diz: Eu possa ouvir a voz dentro de mim e voltar a ser q sempre fui.

    ResponderExcluir
  2. TÔ DE VOLTA TÁ !!!

    COMO SEMPRE ARREBENTOU VIU !!! MSG NOTA 10000


    TE ADOLO.o dynah

    ResponderExcluir
  3. Não existem erros, coincidências. Todos os eventos são bênçãos dadas a nós para aprendermos através deles.

    ResponderExcluir
  4. P.S. Valeu Dinah!
    Vc sempre presente!

    P.S.2 Verdade Ró! Verdade!
    Valeu!

    Xerão a todas

    ResponderExcluir