6 de nov de 2010

O povo fala!


♫ Compensando a anatomia, o povo fala sem ter dó
São dois olhos, dois ouvidos, mas a boca é uma só
E fala, o povo fala mesmo♪
(Vox Populi, Ana Carolina)

Cidade de interior é uma comédia, todos sabem como viver a vida de outras pessoas, mas não tem ideia de como viver as suas próprias. A cada comentário que escuto digo pra mim mesmo ou pra alguém de quem estão falando “relaxa, jaja encontram outro alguém para falarem alguém que tenha sido traído, ou que eles achem que são amantes de alguém por estarem se vestindo melhor, ou alguém que pegue todo mundo, ou que tenha mudado a orientação sexual... afinal, o povo fala mesmo”. Resolvi dedicar um pôst especialmente para a mediocridade das cidades pequenas...

Cidade de interior.

Ou você é pegador ou é gay! (não há possibilidade de você ser solteiro e ser só alguém comum que espera a pessoa certa)
Ou demora o tempo que a sociedade julga necessário para casar ou está grávida. (Casamento rápido é igual à gravidez ou perda de virgindade)
Ou é freira ou é puta. (plagiando Rita Lee, Rs...)
Conversar com homem casado, pressupõe um caso. (mesmo ele seja alguém da família)
Se sair com as amigas com frequência é sapatão, se sai com homens “ta dando” pra eles... (meio termo não existe)
Se fica com os boyzinhos (nordestinês) é fácil, se não fica vai morrer sozinha. (o fato de só receber proposta de cafajeste não é levado em consideração)
Se a “boyzinha” (nordestinês de novo, rs...) é bonita e solteira, é sapata ou mal-amada. (não ter recebido uma proposta decente nem passa pela mente de ninguém, né?)

É, o povo fala...

Gente, ninguém escapa da língua do povo. Conheço pessoas brilhantes que sofrem com frequência por mediocridade alheia. Por pessoas inconsequentes que, acredito por total falta de satisfação com suas próprias vidas e por não saberem lidar com seus insucessos optam por denegrir quem faz sua parte.

Acredito que a regra e a única regra na vida é “ser feliz”, poxa, se no momento o que deixa alguém feliz é o “estar só”, ótimo, dedique-se aos estudos, ao trabalho, a arte, contanto que esteja bem. Se a outra pessoa o fato de namorar sem compromisso a atrai, ok, contando que sua mente aguente. Se te deixa feliz ter novas experiências ou mudar a orientação, cada um sabe de si, cada um só vai até onde dá. Já pra outras pessoas basta apenas viver com a arte ou em seu meio para que encontre a plenitude, outros são pesquisadores, outros querem seguir a tradição “casa, marido, filhos”, é permitido ser feliz! Não levanto a bandeira para nenhum dos lados, levanto e torço tão somente pela felicidade. Por que quem está feliz de verdade, quem se sente pleno, não gasta tempo com coisas negativas. Na realidade não consegue fazer outra coisa a não ser esbaldar felicidade.

Resumindo, acabo de perceber que pessoas assim, são infelizes e devem ser motivo de oração daqueles que creem, dignos de pena para os que se permitem sentir, e infelizmente se não houver mudança de postura atrairão ainda mais insucessos para suas vidas, e nisso acredito. A vida é um espelho e nossos atos refletem de volta pra nós.

“Uma coisa eu aprendi, planto amor pra colher o bem” (Marcelo D2)



Karlinha Ferreira


10 comentários:

  1. Exatamente, ;)

    Muito obrigado, e já agora Ana Carolina a cantora que mais aprecio do brasil ;)

    ResponderExcluir
  2. Fabiana Muniz07/11/2010 07:17

    Apreciaria muito que essa postagem fosse publicada num jornal, solta ao vento em folhetos para que fosse lida por todos e que pudesse assim fazer a diferença! Mas mesmo agora, enquanto escrevo esse comentário, sinto que as pessoas que deveriam ler não a entenderiam, ou não achariam que fizeram nada errado, ou achariam que estam cobertos de razões e que têm todo o direito de comentar sobre a vida alheia! É triste ter a noção de que as pessoas que mais deveriam refletir e tentar mudar são exatamente aquelas que tem certeza que são perfeitas, apesar do seu total vazio, tristeza e falta de objetivo, um sentido para a vida!

    ResponderExcluir
  3. Não é só em cidade de interior, em bairros de cidade grande é a mesma coisa. O importante é não se importar com opiniões alheias.

    Meu beijo.

    ResponderExcluir
  4. Acredito em uma coisa, permita-se!

    A vida é curta e vale a pena não dar tanta importância a essas pessoas medíocres.

    Então permita-se! Afinal o mundo gira e coloca tudo no lugar não é?!

    ResponderExcluir
  5. Oi Karlinha!
    E aí? Tá boa minha fia?

    saudade de passar aqui...

    hein... ih! relaxa, se isso acontecesó em cidade de interior, td bem... mas o fato é que tem gente em tudo o que é canto do mundo, que tem uma vida tão mesquinha e tão sem graça que prefere se ocupar das dos outros, dá dó...

    ah! eo fatode vc estarfeliz, só por estar mesmo, daí tem sempreo curioso/ fofoqueiro de plantão "nossa, tá feliz,o que aconteceu?" ou então" tá namorando?" meu, pra ser feliz, na visão de gente assim, precisa de algo palpável...


    eita,tô falante rss

    viu... muitos beijos pra você!
    te gosto muito ;)

    ResponderExcluir
  6. Viva apenas para ser feliz, e não para agradar ninguém minha amiga!
    Quem dera essa hipocrisia e mediocridade fosse só em cidade de interior...moro na GRANDE São Paulo, trabalho em uma empresa muito grande...tão grande quanto o tamanho da lingua das pessoas...!
    Por isso é bom fazer silencio de nossa felicidade, para não acordar os vizinhos....
    bjosssssss

    ResponderExcluir
  7. Hum,Voltei Karlinha
    Tava Sumida Neh
    Uma Saudade Imensa de Ler teu Blog Visse
    e a Respeito dessa Postagem e pura realidade
    Visse Se Ligamos Para a Opinião alheia dos outros
    que a maioria só quer ver agente infeliz
    jamais iremos viver nossa vida e Assim ser Feliz Por completo Sem Ligar Pra Opinioes Alheias

    Ameiii

    ResponderExcluir
  8. OI moça!

    então, passando pra desejar um ótimo fim de semana e bom feriado (quanto feriado né?!... ainda bem rsrsr)

    que metida vchein! 2 vezes vice em basquete! nãoé fraca não aguria rsrsrs

    hein...quanto amim,sou uma meleca em qualquer jogo, nem mário(do videogame) eu aprendi shaushuahsuahs

    bjãO
    fik com Deus

    ResponderExcluir
  9. Os olhos dos outros as nossas prisões; seus pensamentos nossas jaulas.

    Virginia Woolf

    ResponderExcluir