9 de dez de 2014

Sonho


“Um dia me disseram que as nuvens não eram de algodão”

Eu particularmente preciso de adrenalina, preciso que os meus olhos brilhem, sei que a vida é feita de trabalho duro, mas no meu caso, minha recompensa é fazer meus olhos brilharem, é ter um sorriso largo nos lábios, e me sentir viva.
A sensação de liberdade, a sensação de saltar a 10.000 pés de altura, fez com que eu me sentisse mais viva e mais livre que nunca. Passar por entre as nuvens, descobrir “que elas não são feitas de algodão”, sentir o frio, a velocidade, vê tudo tão longe, voar... Simplesmente, me apaixonei, era um sonho de muitos anos, e sonhos se realizam...
Vivo um instante de cada vez, e o que foi feito para ser eterno, eternizado será.
Karlinha Ferreira

4 comentários:

  1. Mas o que é a vida na verdade senão um grande salto sem rede, nzé?! Bjos minha querida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí, Fred... =D
      Simbora viver que a vida tem pressa... =D
      Beijo grande!!!

      Excluir
  2. Agora que VC sabe que as nuvens não são feitas de algodão quero ver VC querer ficar longe dessa adrenalina que elas proporciona...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade... Já estou louca de vontade de sentir aquele turbilhão novamente... =D

      Excluir