27 de dez de 2016

Fragmentada


No dia que você se foi meu coração parou por alguns segundos, minha respiração cessou e tudo em mim desmoronou. Fumei uma carteira de cigarro, tomei várias doses de Whisky e desejei que tudo em mim fosse refeito, mas não foi. Você era minha parte sã, era quem dava asas a muitos dos meus sonhos e agora, bem, agora era só eu, um coração fragmentado e uma dor insuportável... Não tive outra escolha a não ser sentir tudo aquilo todos os dias, chorar cada lágrima que aquela paixão merecia. Eu não contava os dias, perdi a noção de tempo você era o único pensamento. Senti tanto, doeu tanto, chorei tanto... Até que sem perceber parei de sentir, e eu já estava reconstruída, coração com uma cicatriz, porém inteiro. Pude respirar e sorrir outra vez, quem disse que tudo passa não mentiu. Tudo passou, inclusive você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário