3 de nov de 2015

Gratidão




Os desavisados sequer a percebem...
Não fazem ideia da leveza que ela proporciona...
Tão pequena, tão distante, mas é minha salvação em noites como esta.
Seu olhar sobre mim através de um brilho no céu... Sinto sua proteção... Palpável apesar da doce delicadeza. Os menores gestos tornam-se gigantes diante daqueles que necessitam...
Obrigada!
Karlinha Ferreira

2 comentários:

  1. Olá Karlinha, como está vc poetisa, tudo bem? saudades, bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudades de vc também...
      Estou bem... ^^
      Obrigada...

      Excluir