21 de mai de 2014

Noite com chuva


A chuva veio me visitar... Adoro o som da chuva, sua beleza e suavidade, ás vezes parece que ela vem como testemunha dos meus pensamentos, isso me deixa leve, bem.
O tempo está voando, não espera por ninguém, eu que fiz tantos planos, ando deixando tudo a cargo da vida, tenho metas apenas para um dia, não consigo viver mais que isso no tempo que é a mim cedido, imposto. As horas correm, apenas ando no meu compasso, faço minhas atividades, e quando tudo está pesado demais, me recolho em mim. Crio meu universo particular, onde o tempo é o que menos importa, importa apenas encontrar meus diversos pedaços, e ser quem eu quiser ser no meu mundo paralelo.
Incenso de sândalo, boa música, muitos afazeres, mas no peito um coração tranquilo, apesar da mente trair, querer abarcar o mundo, as pessoas e satisfazer todos os prazeres. Um dia por vez, mil pensamentos por segundo, o ziguezaguear das minhas vontades chega a causar vertigem, mas se quiser saber se eu trocaria esse turbilhão pela normalidade, à resposta seria, nunca, nem em mil vidas. Me atropelo, me perco, me acho, mas acredito que o mistério da vida está aí, em vivê-la com a intensidade que ela exige.
Noite com chuva, pensamentos aleatórios, visitando lugares e seres em toda parte.

Karlinha Ferreira

6 comentários:

  1. Escrever é um Dom... e você pode usufruir dele... Parabéns! muito bom.

    ResponderExcluir
  2. Noite com chuva sempre rende... hehehe! Bjocas, queridona!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rende sim... pensamentos, romances, vinhos, escritos... rs
      Beijão, Fred

      Excluir
  3. a chuva é algo que mexe com a gente né? essa coisa da lavada que ela dá nas coisas, pra começar um novo ciclo, deixar tudo preparado pro sol. gostei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade!
      Bem por aí mesmo.
      ^^ ciclos se encerrando para que os novos possam se abrir.

      Excluir