21 de jan de 2010

"Tudo Errado"


RS... Começo de ano com chuva, com total ausência dos “boyzinhos”, algumas viagens frustradas...
A conversa constante em torno dos mesmos seres.
Primeiro fim de semana: Recife!
Encontro marcado, diversão garantida, nada pode dar errado, certo?
Errado! O cara do encontro furou, as coleguinhas não estavam a fim de sair, a única que topou sair e que de fato tava dando um rumo legal no fim de semana teve seus planos frustrados pelas coleguinhas que não queriam sair... Rs... Isso é o que dá trocar o certo pelo duvidoso.
A história rolou mais ou menos assim...
Fim de semana do mal!
Sair, viajar 120 km para curtir um fim de semana de janeiro que é o mês da loucura, da curtição, da despreocupação. Marca tudo com todo mundo, “boyzinho”, “Turma”, “amigo”, já tem tudo programado na mente, o único problema é se um fim de semana daria pra fazer tanta coisa. Pois bem, não só deu como também sobrou tempo, já que 80% do que você havia planejado foi por água abaixo.
Vamos lá, o boyzinho não atende o celular, deve ter morrido (eu espero). Primeiro programa um “TOCO”.
Ah! E o cineminha com o amigo???? NADA! Cinema fechado 22:00h! E agora? Procurar um lugar hetero no bairro “Boa Bicha” (Boa vista), para poder conversar, comer alguma coisa era missão quase impossível... Uma hora depois encontramos um. Não me pergunte como, mas do “Boa Bicha” fomos parar no “pagode do Didi”(odeio pagode). Mas sabe como é né? Um amigo e um amigo que é muito considerado e bláh, bláh, bláh.... Passam-se 10min, hora de ir embora. Fim da noite de sexta!
Sábado pela manhã, nada do desgraçado ligar (e viva ao TOCO!). Sábado a tarde, hora de ir pro mercado encontrar com a amarela e colocar o papo em dia... Loira gelada, muita gente, comidas ótimassss... O tempo voa quando se diverte... Dava pra ter dado uma esticada e ter decidido o sábado a noite a partir dali. Mas....
O telefone toca, “coleguinhas”... Ei! Vamos sair hoje à noite né? Vamos pra Sala ou pra Nox (detesto o barulho e a falta de luminosidades das boates, mas se é curtição, tow dentro.), Desligo o telefone... – Amarela, tenho que ir embora, não vou poder ir pra Olinda com você, o pessoal vai sair.
Chegando, tomar banho, jantar e sair, certo???????
Errado! Mudança de planos! As meninas desistiram... – Sim, mas você desistiu?
-Não, eu não, mas sem as meninas não vou (pelo amor de Deus quantas pessoas têm que sair com você pra você se divertir?). Resultado... Não saímos!
Eu, em um sábado a noite Recifense em casa (tudo bem! Tudo bem! Não tow com raiva!)!
No domingo? Ah! O domingo... Acordamos ás 9:30h pois iríamos para Olinda, mas adivinhem? Não saímos... Daí as 15:00h joguei a mochila nas costa e vim embora!
Resulta final: Toco na sexta, Toco no sábado! Assistir filme no sábado à noite (EM CASA!), domingo? Casa... De volta ao interior! Rs... Não foi divertido?

Normalmente buscamos tornar nossas vidas melhores. Saímos em busca de pessoas que na realidade sabemos que não teremos nada, em busca de válvulas de escape ou de qualquer outra coisa que nos tire da realidade que vivemos, e quando tentamos e mesmo nossos projetos de fuga são frustrados, pronto! O estresse rola, e acabamos por atribuir algumas responsabilidades as pessoas que na verdade não tem nenhum compromisso conosco, e tão pouco com a nossa felicidade.
A vida é assim, e o importante é tentar melhorar. É ver a vida pelo melhor ângulo possível. RS... As coisas vão de melhorar. E o melhor é ter história pra contar! hihihi

Karlinha Ferreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário