19 de jan de 2012

Passa...















Mesmo quando tudo está pesado demais, quando achamos que não vamos conseguir, penso que só precisamos respirar e tentar chegar ao fim do dia firme, embora que por dentro estejamos desabando.  

Viver um dia de cada vez, e não há dor tão forte que não se c ale em algum momento e não há ferimento tão profundo que um dia não sare, e se não sarar e se a dor não calar penso que teremos de aprender a conviver com ela e fazer com que o turbilhão seja contido.

Um dia de cada vez...  Tudo passa... Um dia de cada vez, e assim quem sabe chegaremos lá de um jeito nosso, lidando com o turbilhão da nossa forma, e por nossa conta.
Em algum momento do caminho as coisas ficarão mais leves...

Karlinha Ferreira

20 comentários:

  1. Olá, parabéns pelo seu blog.
    Te convido a conhecer o meu,
    http://carmasepalavras.blogspot.com/

    ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irei visitá-lo sim com certeza, obrigada pela visita!
      Bom saber que vc gostou do meu espaço...

      Beijo grande!

      Excluir
  2. Karlinha
    Sinto que por suas palavras passa uma dor autêntica, genuína, quase física. Como uma queimadura que mergulhamos em água gelada procurando um alívio provisório, a dor, essa dor, deixa sempre um travo, uma bolha, cicatrizes, medo do fogo...
    Um dia de cada vez é a medida certa, e acredite, a dor, essa dor que só o sono rouba, há-de ir esbatendo, diminuindo...um dia de cada vez.

    Mil ternuras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Senti-me acolhida (coisa difícil)!
      Obrigada mesmo!
      Beijo grande!

      Excluir
  3. Um dia de cada vez parece simples, mas exige um fôlego imenso.
    Beijo :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade...
      Fôlego e resistência...
      Mas a gente chega lá...

      Beijo grande!

      Excluir
  4. É realmente adoravél conhecer pessoas através de outras, não acha? Agradeço sua visita e seja bem vinda sempre.
    PS: concordo contigo quando diz que tudo passa mesmo quando estamos demasiadamente pesados com tudo a nossa volta.Fico feliz com o amanhã sempre tras boas esperanças.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. viver um dia de cada vez essa é a regra, porém é bem mais estimulante e muitas vezes frustante planejar os nossos dias, mas as angústias, aflições ou seja todas as adversidades são interessantes, pois nos faz crescer e nos fortalece um ABRAÇO ANDRE

      Excluir
    2. me add no face maikokaomaster@hotmail.com (andre)

      Excluir
  5. Graças a Deus que TUDO Passa.

    Gostei muito daqui, estou ti seguindo.

    Um Beijo

    ResponderExcluir
  6. E nessas andanças a gente também descobre a desfrutar dos caminhos, né? Karla, valeu pela visita e pelo comment no TPM... volte sempre que serás muito bem vinda! Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Também acredito nisso! Em certos momentos temos que vencer cada minuto até que as coisas voltem a se acalmar, até hj elas sempre se acalmaram.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  8. Não há nada que o tempo não cure ou apague, viver cada dia sem pensar no próximo é dar ao tempo a oportunidade que ele precisa para fazer o seu trabalho! Ele nos faz esquecer o sabor de uma doce lembrança, mas para compensar também retira o peso da dor e das amarguras do agora, do momento, do hoje! Viver só o hoje já é difícil o suficiente, permita-se desvencilhar-se do passado e evite querer antever o futuro. Muitas felicidades b!

    ResponderExcluir
  9. Karlinhaaaaa! Pra vc vou cantar um trecho de música "vamos começar colocando um ponto final, pelo menos já é um sinal de que tudo na vida tem fim"

    Você é inteligente e esperta, se entendeu que tudo passa, vai tirar de letra os dias, como vc disse, mais leves, e vai aproveitar cada segundo.

    bjãO, saudade!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudades de vc amarela!

      Vc some... Ôxe!
      Mas as coisas vão melhorar sim... rs...
      eu creio! ;)
      Beijão enorme!

      Excluir
  10. Existem dores que passam e outras que amenizam, como se ficassem escondidas dentro do peito.Mas o importante é seguir com esperança, lutando com gana por cada dia.

    Fernanda

    ResponderExcluir
  11. Já passou? Espero que sim doninha! Pq dá hora de escrever de novo, já passou né? rs Tô com saudade, como foi a prova da Ordem?

    bjos

    ResponderExcluir
  12. Eu diria que não passa, mas o tempo muda o foco da dor para outra urgência...

    Fique com Deus, menina KarlinhaNF.
    Um abraço.

    ResponderExcluir